Confraria do Atlético

Furacão com ‘casa cheia’ enfrenta o Newell’s Old Boys, na largada da Sul-Americana, nesta quinta

E-mail Imprimir PDF



O Atlético Paranaense vira a chave após a conquista do Campeonato Paranaense e do primeiro duelo diante do São Paulo pela Copa do Brasil para focar sua estreia na Copa Sul-americana, nesta quinta-feira, às 19h15 (de Brasília), diante do Newell’s Old Boys, na Arena da Baixada. A competição é uma das prioridades do clube no ano e, por isso, o elenco principal vai com força total para a disputa.

Esporte Line

O técnico Fernando Diniz pode fazer ainda uma modificação no Rubro-Negro, que nesta temporada, com sua equipe principal, só encarou jogos decisivos. Esperando pelo retornou ou não do lateral-direito Jonathan, que com dores nas costas virou dúvida, o comandante atleticano deve improvisar se for o caso . O meia Raphael Veiga pode atuar no setor, como fez diante do São Paulo, o que abriria uma vaga para a entrada de Camacho.

O goleiro Santos alerta que mais uma vez o time vai encarar partidas com cara de decisão e, com um ingrediente a mais, a catimba e a experiência argentina. “São jogos de mata-mata, como a Copa do Brasil. Temos que ter atenção nos compromissos em casa e procurar fazer o resultado. Sabemos das dificuldades da Sul-Americana. São equipes com muita qualidade. Adversários argentinos sempre trazem bastante dificuldade. São equipes que têm muita vontade. Então, temos que ter sabedoria para jogar”, avaliou.

Fazendo uma campanha ruim no Campeonato Argentino, com problemas financeiros e desfalcado, o Newell’s precisa da classificação para melhorar os cofres, mas sabe que a missão PE indigesta. O técnico Omar de Felippe deve usar como base o time que empatou com o Tucumán, no final de semana. O atacante Leal é dúvida, se recuperando de problemas musculares. Se ficar de fora, Opazo é a principal opção. Já o volante Hernán Bernardello está vetado.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO PARANANESE (BRA) X NEWELL’S OLD BOYS (ARG)
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 12 de abril de 2018, quinta-feira
Horário: 19h15 (De Brasília)
Árbitro: Gery Vargas (Bolívia)
Assistentes: Juan P. Montaño e Reluy Vallejos (ambos da Bolívia)
ATLÉTICO PARANANESE: Santos; Pavez, Paulo André e Thiago Heleno; Jonathan, Lucho González, Raphael Veiga (Camacho) e Thiago Carleto; Guilherme, Pablo e Nikão.
Técnico: Fernando Diniz
NEWELL’S OLD BOYS: Pocrnjic (Ibañez); San Román, Varela, Fotanini e Evangelista; Sills e Rivero; Figueroa, Torres e Fertoli; Leal (Opazo).
Técnico: Omar de Felippe


 

Santuário da Nação Rubro-Negra

Please wait while JT SlideShow is loading images...
Photo Title 1Photo Title 2Photo Title 3Photo Title 4Photo Title 5

Projeto de Lei de Iniciativa Popular “Libera Cerveja”



DISPÕE SOBRE A VENDA E O CONSUMO DE BEBIDAS NAS ARENAS DESPORTIVAS E ESTÁDIOS NO ÂMBITO DO ESTADO DO PARANÁ.

Art. 1º – Este projeto de lei tem por objetivo regular a venda e o consumo de bebidas nas arenas desportivas e estádios no âmbito do estado do Paraná.

Art. 2º – A comercialização de bebidas nas arenas desportivas e nos estádios localizados no Estado do Paraná será permitida desde a abertura dos portões para acesso do público ao estádio até o final da partida, assim entendido o momento do apito final do árbitro.

Art. 3º – A única bebida alcoólica que poderá ser vendida e consumida em recintos esportivos é a cerveja, sendo proibida a venda e o consumo de quaisquer outras espécies de bebidas alcoólicas, sejam elas destiladas ou fermentadas.

Art. 4º – A comercialização de bebidas nas arenas desportivas e nos estádios somente poderá ser realizada em copos plásticos ou garrafas plásticas, descartáveis, admitido o uso de copos promocionais de plástico ou de papel.

Art. 5º – Cabe ao responsável pela gestão do recinto esportivo definir os locais nos quais a comercialização e o consumo de bebidas serão permitidos.

Art. 6º – É vedada a entrada nas arenas desportivas e nos estádios de pessoas portando qualquer tipo de bebida.

Art. 7º – Fica proibida a venda e a entrega de bebidas alcoólicas, nos locais referidos nesta lei, a pessoas menores de 18 (dezoito), podendo os responsáveis responder civil e criminalmente nos termos da Lei Federal no 8.069, de 13 de julho de 1990, com as alterações da Lei Federal nº 13.106, de 17 de março de 2015.

Art. 8º – O descumprimento do disposto nesta Lei sujeita o infrator às seguintes penalidades, sem prejuízo da aplicação da Lei Federal nº 8.078, de 11 de setembro de 1990:

I – se consumidor, será advertido e retirado das dependências do recinto esportivo.

Art. 9º – Deverão ser colocados avisos em diversos setores das arenas desportivas ou estádios, com as seguintes mensagens: “Se beber não dirija, se dirigir não beba” e “É proibida a venda de bebidas alcoólicas a menores de 18 anos.”

Art. 10º – As arenas desportivas ou estádios deverão veicular em sistema sonoro ou alto-falante, no mínimo 04 (quatro) vezes durante cada evento, as mensagens “Se beber não dirija, se dirigir não beba” e “ É proibida a venda de bebidas alcoólicas a menores de 18 anos.”
Parágrafo único: Fica igualmente obrigada a divulgação das mensagens referidas no caput em telões ou letreiros luminosos nos recintos esportivos que disponham de tais recursos.

Art. 11º – Esta lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Confracap é participação

Twitter & facebook

twitter

Facebook

Galeria Torcedor (a)