Confraria do Atlético

Atlético encaminha vantagem na quarta fase da Copa do Brasil contra o São Paulo; decisão é na casa deles

E-mail Imprimir PDF

Numa noite de gala para o Caldeirão, rubro-negro paranaense venceu por 2 x 1 o tricolor paulista. Casa cheia, torcida incentivou o tempo todo e placar poderia até ser mais vantajoso, não fosse desperdício dos nossos atletas. Mesmo assim, desempenho do Furacão foi satisfatório e deu mostras de que podemos vencer na próxima partida e seguir em frente na Copa do Brasil.

Esporte Line

Empurrado por mais de 24 mil torcedores na Arena da Baixada, o Atlético venceu o São Paulo por 2 a 1 e abriu vantagem no confronto da quarta fase da Copa do Brasil. A vitória ainda aumentou o tabu atleticano que nunca perdeu para o rival jogando em seu estádio. Com o resultado, o Atlético joga pelo empate na partida de volta para avançar às oitavas de final. Qualquer vitória do São Paulo por um gol de diferença leva a decisão para os pênaltis. O jogo acontece no dia 12 de abril, às 19h15, no estádio do Morumbi.

Atlético sai na frente ainda no primeiro tempo

O técnico Fernando Diniz surpreendeu na escalação com as entradas de Lucho González no meio-campo e Pablo no ataque. Outra novidade foi a manutenção de Esteban Pavez na defesa para formar o trio de defesa com Thiago Heleno e Paulo André. As mudanças deixaram Wanderson, Matheus Rossetto e Bergson no banco de reservas. Durante o primeiro tempo, o Atlético teve a posse de bola por mais tempo, mas pecou na hora do último passe. Aos 17 minutos, Lucho González tabelou com Guilherme e apareceu livre dentro da área.

Porém, o argentino cruzou errado e a bola ficou nas mãos do goleiro Sidão. Já aos 23, o Rubro-Negro mostrou força em jogada de contra-ataque para abrir o marcador. Rodrigo Caio falhou na tentativa de cortar a bola e deixou Pablo na cara do gol. O atacante até tentou o cruzamento para Thiago Carleto, mas a bola bateu na defesa e voltou em seus pés. Na segunda tentativa, ele chutou com força e mandou para o fundo das redes.

Um gol para cada lado e Atlético segura a vitória

Na volta do intervalo, Diniz colocou Camacho na vaga de Jonathan e improvisou Raphael Veiga na ala direita. E foi justamente em sua nova posição que o meia quase ampliou a vantagem. O chute vindo da ponta direita foi na rede pelo lado de fora. Com dificuldades para passar pela defesa, o Atlético só aumentou o placar em jogada de bola parada. Aos 15 minutos,  Thiago Carleto cobrou escanteio na segunda trave, a bola bateu na defesa e o zagueiro Paulo André completou para o fundo das redes.

Não deu nem tempo do Atlético comemorar o segundo gol e o São Paulo descontou o placar. Reinaldo cruzou rasteiro para o meio da área, Tréllez se antecipou à Paulo André e marcou o gol. No restante da partida, o time paulista pressionou em busca do empate, mas o time atleticano mostrou o seu poderio defensivo e segurou o resultado positivo.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO 2X1 SÃO PAULO
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR).
Data: Quarta-feira, 04 de abril de 2018.
Horário: 21h45.
Árbitro: Cláudio Francisco Lima e Silva (SE).
Assistentes: Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Ailton Farias da Silva (CE).
Público e renda: 24.545 presentes/R$ 654.115,00
Atlético: Santos; Paulo André (José Ivaldo), Esteban Pavez e Thiago Heleno; Jonathan (Camacho), Raphael Veiga, Lucho González (Wanderson) e Thiago Carleto; Nikão, Guilherme e Pablo.
Técnico: Fernando Diniz.
São Paulo: Sidão; Éder Militão, Rodrigo Caio, Arboleda e Reinaldo; Petros (Régis), Jucilei e Lizieiro (Hudson); Nenê, Marcos Guilherme (Cueva) e Tréllez.
Técnico: Diego Aguirre.
Cartões amarelos: Reinaldo, Rodrigo Caio e Éder Militão (SPO).
Gols: Pablo (CAP), aos 23′ do primeiro tempo, Paulo André (CAP), aos 15′ do segundo tempo, e Tréllez (SPO), aos 18′ do segundo tempo.

Última atualização ( Qui, 05 de Abril de 2018 05:44 )  

Santuário da Nação Rubro-Negra

Please wait while JT SlideShow is loading images...
Photo Title 1Photo Title 2Photo Title 3Photo Title 4Photo Title 5

Projeto de Lei de Iniciativa Popular “Libera Cerveja”



DISPÕE SOBRE A VENDA E O CONSUMO DE BEBIDAS NAS ARENAS DESPORTIVAS E ESTÁDIOS NO ÂMBITO DO ESTADO DO PARANÁ.

Art. 1º – Este projeto de lei tem por objetivo regular a venda e o consumo de bebidas nas arenas desportivas e estádios no âmbito do estado do Paraná.

Art. 2º – A comercialização de bebidas nas arenas desportivas e nos estádios localizados no Estado do Paraná será permitida desde a abertura dos portões para acesso do público ao estádio até o final da partida, assim entendido o momento do apito final do árbitro.

Art. 3º – A única bebida alcoólica que poderá ser vendida e consumida em recintos esportivos é a cerveja, sendo proibida a venda e o consumo de quaisquer outras espécies de bebidas alcoólicas, sejam elas destiladas ou fermentadas.

Art. 4º – A comercialização de bebidas nas arenas desportivas e nos estádios somente poderá ser realizada em copos plásticos ou garrafas plásticas, descartáveis, admitido o uso de copos promocionais de plástico ou de papel.

Art. 5º – Cabe ao responsável pela gestão do recinto esportivo definir os locais nos quais a comercialização e o consumo de bebidas serão permitidos.

Art. 6º – É vedada a entrada nas arenas desportivas e nos estádios de pessoas portando qualquer tipo de bebida.

Art. 7º – Fica proibida a venda e a entrega de bebidas alcoólicas, nos locais referidos nesta lei, a pessoas menores de 18 (dezoito), podendo os responsáveis responder civil e criminalmente nos termos da Lei Federal no 8.069, de 13 de julho de 1990, com as alterações da Lei Federal nº 13.106, de 17 de março de 2015.

Art. 8º – O descumprimento do disposto nesta Lei sujeita o infrator às seguintes penalidades, sem prejuízo da aplicação da Lei Federal nº 8.078, de 11 de setembro de 1990:

I – se consumidor, será advertido e retirado das dependências do recinto esportivo.

Art. 9º – Deverão ser colocados avisos em diversos setores das arenas desportivas ou estádios, com as seguintes mensagens: “Se beber não dirija, se dirigir não beba” e “É proibida a venda de bebidas alcoólicas a menores de 18 anos.”

Art. 10º – As arenas desportivas ou estádios deverão veicular em sistema sonoro ou alto-falante, no mínimo 04 (quatro) vezes durante cada evento, as mensagens “Se beber não dirija, se dirigir não beba” e “ É proibida a venda de bebidas alcoólicas a menores de 18 anos.”
Parágrafo único: Fica igualmente obrigada a divulgação das mensagens referidas no caput em telões ou letreiros luminosos nos recintos esportivos que disponham de tais recursos.

Art. 11º – Esta lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Confracap é participação

Twitter & facebook

twitter

Facebook

Galeria Torcedor (a)