Confraria do Atlético

Vitória no Caldeirão mantém invencibilidade e marca início da caminhada do Atlético pra chegar à 'descisão' do título do campeonato estadual

E-mail Imprimir PDF

Com gol de João Pedro, Furacão vence o União e mantém invencibilidade no estadual. Meio-campista marcou o gol da vitória rubro-negra na estreia da Taça Caio Júnior. E o Atlético segue com a sua invencibilidade mantida no Campeonato Paranaense e também na temporada. Melhor campanha do estadual, o Rubro-Negro venceu o CE União, por 1 a 0, na tarde deste sábado (03), na Arena da Baixada, e largou com o pé direito na Taça Caio Júnior.

Esporte Line

Ameaçado logo no início de jogo, quando Schwenck finalizou com perigo à direita do gol de Caio, o Furacão não teve dificuldades no primeiro tempo. Criando as melhores chances dos 45 minutos iniciais, o time do técnico Tiago Nunes saiu na frente com João Pedro, aos 37, que bateu firme no canto direito de Marcos Paulo após belo lançamento de Matheus Anjos. Correndo atrás do prejuízo, a equipe beltronense voltou do intervalo com mudanças na formação e também no ímpeto.

Coube então ao goleiro Caio o papel de garantir a vitória rubro-negra na estreia do segundo turno. Em finalizações perigosas de Wellisson e Vieira, nas melhores chegadas do União, o camisa 1 fez duas boas defesas e evitou o empate do adversário. Com os três pontos conquistados, o Rubro-Negro mantém a melhor campanha geral do estadual e larga com vitória na Taça Caio Júnior. O próximo compromisso é na quarta-feira (07), às 20h, fora de casa, diante do Prudentópolis, pela segunda rodada do Grupo B do segundo turno do Campeonato Paranaense.

Furacão joga melhor e sai na frente


Tentando surpreender o Atlético na Arena da Baixada, o União começou o jogo assustando antes mesmo do primeiro minuto, com finalização de Schwenck que passou próximo da meta de Caio. Mas esse foi o único perigo que o Furacão sofreu no primeiro tempo. Tendo amplo domínio e posse de bola, o Rubro-Negro chegou a ameaçar com Diego, aos 14 minutos, exigindo boa defesa do goleiro Marcos Paulo. Pouco depois, aos 21, João Pedro tentou de cabeça e carimbou o travessão. O Atlético teve sua grande chance aos 35 minutos, com cruzamento da direita para Ederson. O atacante recebeu na pequena área, mas errou na finalização e mandou por cima. Mas, na sequência, o gol atleticano finalmente saiu. Aos 37, Matheus Anjos fez boa jogada e encontrou João Pedro na área. O camisa 10 invadiu pelo lado direito e tocou o canto direito, sem chances para Marcos Paulo, abrindo o placar antes mesmo do intervalo.

União pressiona, mas Atlético garante vitória

Em desvantagem no placar depois de uma etapa inicial apática, o time do técnico Ivair Cenci passou a agredir mais o Atlético no segundo tempo. Com as entradas de Max, Feijão e Vieira, o União conseguiu criar oportunidades e forçou o goleiro Caio a trabalhar. Aos 14 minutos, Wellisson recebeu na esquerda e bateu cruzando para boa defesa do arqueiro rubro-negro. Pouco depois, aos 18, foi a vez de Vieira tentar e exigir a intervenção do camisa 1. Vendo o adversário crescer no jogo, o Furacão também criou boas chances para tentar aumentar o placar. Aos 13, Nicolas apareceu na pequena área em cruzamento pela direita e cabeceou por cima da meta. Autor do gol atleticano, João Pedro também tentou, aos 25 minutos, mas a finalização do camisa 10 esbarrou em ótima defesa de Marcos Paulo.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO 1X0 CE UNIÃO
Local: Arena da Baixada.
Data: Sábado, 03 de março de 2018.
Horário: 16h.
Árbitro: Adriano Milczvski (PR).
Assistentes: Heitor Alex Eurich (PR) e Euclides Lucas José Garcia (PR).
Público e renda: 4.599 total | R$ 96.130,00
Atlético: Caio; Diego, Daniel, Léo Pereira e Nicolas; Deivid, Bruno Guimarães e Matheus Anjos; João Pedro (Alex Sandro), Marcinho (Yago) e Ederson (Demethryus).
Técnico: Tiago Nunes.
União: Marcos Paulo; Júlio Lopes, Casimiro, Spice e Thiaguinho; Pacato (Feijão), Sorbara, Sato e Willian (Max); Wellisson e Schwenck (Vieira).
Técnico: Ivair Cenci.
Gol: João Pedro (CAP) aos 37′ do primeiro tempo.
Cartões amarelos: Diego e Matheus Anjos (CAP); Thiaguinho, Spice, Feijão e Schwenck (UNI).

Última atualização ( Sáb, 03 de Março de 2018 21:56 )  

Santuário da Nação Rubro-Negra

Please wait while JT SlideShow is loading images...
Photo Title 1Photo Title 2Photo Title 3Photo Title 4Photo Title 5

Projeto de Lei de Iniciativa Popular “Libera Cerveja”



DISPÕE SOBRE A VENDA E O CONSUMO DE BEBIDAS NAS ARENAS DESPORTIVAS E ESTÁDIOS NO ÂMBITO DO ESTADO DO PARANÁ.

Art. 1º – Este projeto de lei tem por objetivo regular a venda e o consumo de bebidas nas arenas desportivas e estádios no âmbito do estado do Paraná.

Art. 2º – A comercialização de bebidas nas arenas desportivas e nos estádios localizados no Estado do Paraná será permitida desde a abertura dos portões para acesso do público ao estádio até o final da partida, assim entendido o momento do apito final do árbitro.

Art. 3º – A única bebida alcoólica que poderá ser vendida e consumida em recintos esportivos é a cerveja, sendo proibida a venda e o consumo de quaisquer outras espécies de bebidas alcoólicas, sejam elas destiladas ou fermentadas.

Art. 4º – A comercialização de bebidas nas arenas desportivas e nos estádios somente poderá ser realizada em copos plásticos ou garrafas plásticas, descartáveis, admitido o uso de copos promocionais de plástico ou de papel.

Art. 5º – Cabe ao responsável pela gestão do recinto esportivo definir os locais nos quais a comercialização e o consumo de bebidas serão permitidos.

Art. 6º – É vedada a entrada nas arenas desportivas e nos estádios de pessoas portando qualquer tipo de bebida.

Art. 7º – Fica proibida a venda e a entrega de bebidas alcoólicas, nos locais referidos nesta lei, a pessoas menores de 18 (dezoito), podendo os responsáveis responder civil e criminalmente nos termos da Lei Federal no 8.069, de 13 de julho de 1990, com as alterações da Lei Federal nº 13.106, de 17 de março de 2015.

Art. 8º – O descumprimento do disposto nesta Lei sujeita o infrator às seguintes penalidades, sem prejuízo da aplicação da Lei Federal nº 8.078, de 11 de setembro de 1990:

I – se consumidor, será advertido e retirado das dependências do recinto esportivo.

Art. 9º – Deverão ser colocados avisos em diversos setores das arenas desportivas ou estádios, com as seguintes mensagens: “Se beber não dirija, se dirigir não beba” e “É proibida a venda de bebidas alcoólicas a menores de 18 anos.”

Art. 10º – As arenas desportivas ou estádios deverão veicular em sistema sonoro ou alto-falante, no mínimo 04 (quatro) vezes durante cada evento, as mensagens “Se beber não dirija, se dirigir não beba” e “ É proibida a venda de bebidas alcoólicas a menores de 18 anos.”
Parágrafo único: Fica igualmente obrigada a divulgação das mensagens referidas no caput em telões ou letreiros luminosos nos recintos esportivos que disponham de tais recursos.

Art. 11º – Esta lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Confracap é participação

Twitter & facebook

twitter

Facebook

Galeria Torcedor (a)