Confraria do Atlético

20 mil atleticanos (as) no Caldeirão neste domingo pra vibrar e vencer com o Furacão

E-mail Imprimir PDF



O atlético está pronto para mais uma vitória no campeonato estadual, desta vez é diante do Rio Branco na semifinal. Resultado positiva põe o rubro-negro na final e com a mão na taça Dionísio Filho, do primeiro turno. Razão e motivo pra gente sacudir o Caldeirão, vibrar, vencer e fazer festa em nossa casa. Venha e convide seus amigos atleticanos. 20 mil na Arena da Baixada e não deixamos por menos. Dá-lhe!

Arremate

Depois de conseguir a primeira colocação na classificação geral do Campeonato Estadual, o Atlético Paranaense receberá, no próximo domingo (18), o Rio Branco, para a partida única da semifinal da 1ª Taça. O duelo está marcado para as 17h, no estádio atleticano [clique aqui e confira as informações sobre ingressos]. Nos seis primeiros jogos, o Furacão conseguiu 14 pontos de 18 possíveis. Foram quatro vitórias e dois empates. Sete gols marcados e apenas um gol sofrido. Números que o técnico Tiago Nunes quer manter na etapa decisiva.

“Sabemos da dificuldade. É um jogo único”, disse. “Muitas questões do jogo são decididas por aspectos emocionais. Temos que entrar muito conscientes do que vamos fazer dentro de campo”, completou o treinador. A expectativa é para mais uma grande partida da equipe, dentro do que já demonstrou no Campeonato Paranaense. “Espero que possamos colocar em prática o que a equipe tem treinado durante todo esse período”, destacou.

Para ajudar no rendimento, Tiago Nunes ressalta o fator casa. “Sou sempre favorável a decidir em casa, pelo fato de jogarmos próximos ao nosso torcedor, no estádio onde estamos mais habituados. Encaro como um benefício e espero que possamos tirar proveito disso”, afirmou. Além de pensar no Rubro-Negro, a comissão técnica atleticana já avaliou o adversário. O Rio Branco foi derrotado apenas uma vez na competição e seu ataque é o mais positivo, com nove gols marcados. A defesa, no entanto, é uma das que mais foram vazadas: oito vezes.

“É uma equipe que mereceu estar na semifinal, fez uma campanha de muita qualidade”, enfatizou Tiago Nunes. “Faz muitos gols, defende forte e tem no aspecto coletivo muitos componentes positivos. Estamos respeitando muito a equipe do Rio Branco e sabemos das dificuldades”, concluiu.

Última atualização ( Sex, 16 de Fevereiro de 2018 18:48 )  

Santuário da Nação Rubro-Negra

Please wait while JT SlideShow is loading images...
Photo Title 1Photo Title 2Photo Title 3Photo Title 4Photo Title 5

Projeto de Lei de Iniciativa Popular “Libera Cerveja”



DISPÕE SOBRE A VENDA E O CONSUMO DE BEBIDAS NAS ARENAS DESPORTIVAS E ESTÁDIOS NO ÂMBITO DO ESTADO DO PARANÁ.

Art. 1º – Este projeto de lei tem por objetivo regular a venda e o consumo de bebidas nas arenas desportivas e estádios no âmbito do estado do Paraná.

Art. 2º – A comercialização de bebidas nas arenas desportivas e nos estádios localizados no Estado do Paraná será permitida desde a abertura dos portões para acesso do público ao estádio até o final da partida, assim entendido o momento do apito final do árbitro.

Art. 3º – A única bebida alcoólica que poderá ser vendida e consumida em recintos esportivos é a cerveja, sendo proibida a venda e o consumo de quaisquer outras espécies de bebidas alcoólicas, sejam elas destiladas ou fermentadas.

Art. 4º – A comercialização de bebidas nas arenas desportivas e nos estádios somente poderá ser realizada em copos plásticos ou garrafas plásticas, descartáveis, admitido o uso de copos promocionais de plástico ou de papel.

Art. 5º – Cabe ao responsável pela gestão do recinto esportivo definir os locais nos quais a comercialização e o consumo de bebidas serão permitidos.

Art. 6º – É vedada a entrada nas arenas desportivas e nos estádios de pessoas portando qualquer tipo de bebida.

Art. 7º – Fica proibida a venda e a entrega de bebidas alcoólicas, nos locais referidos nesta lei, a pessoas menores de 18 (dezoito), podendo os responsáveis responder civil e criminalmente nos termos da Lei Federal no 8.069, de 13 de julho de 1990, com as alterações da Lei Federal nº 13.106, de 17 de março de 2015.

Art. 8º – O descumprimento do disposto nesta Lei sujeita o infrator às seguintes penalidades, sem prejuízo da aplicação da Lei Federal nº 8.078, de 11 de setembro de 1990:

I – se consumidor, será advertido e retirado das dependências do recinto esportivo.

Art. 9º – Deverão ser colocados avisos em diversos setores das arenas desportivas ou estádios, com as seguintes mensagens: “Se beber não dirija, se dirigir não beba” e “É proibida a venda de bebidas alcoólicas a menores de 18 anos.”

Art. 10º – As arenas desportivas ou estádios deverão veicular em sistema sonoro ou alto-falante, no mínimo 04 (quatro) vezes durante cada evento, as mensagens “Se beber não dirija, se dirigir não beba” e “ É proibida a venda de bebidas alcoólicas a menores de 18 anos.”
Parágrafo único: Fica igualmente obrigada a divulgação das mensagens referidas no caput em telões ou letreiros luminosos nos recintos esportivos que disponham de tais recursos.

Art. 11º – Esta lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Confracap é participação

Twitter & facebook

twitter

Facebook

Galeria Torcedor (a)