Confraria do Atlético

Não tem pra ninguém, aqui é Furacão!!! Tchau Coxa

E-mail Imprimir PDF

Em mais uma boa exibição, Atlético vence o Coritiba por um a zero, gol de Ederson e se firma cada vez  mais na liderança do Campeonato Paranaense, Com o resultado positivo, no estádio Couto Pereira, também o técnico Tiago Nunes ganha confiança e conduz o Furacão em direção ao título do certame. Dá-lhe!!!

Arremate

O Atlético Paranaense foi ao Couto Pereira, na tarde deste domingo (4), e voltou com mais três pontos para casa! O Furacão venceu o Coritiba pelo placar de 1 a 0, em partida da quarta rodada do Campeonato Estadual. Ederson marcou o gol da vitória! O Rubro-Negro volta aos gramados pelo Paranaense no próximo sábado (10). Em Cascavel, o Furacão enfrenta o time da casa, às 16h30, pela quinta rodada.

O jogo


A primeira jogada foi construída pelo lado esquerdo do ataque, no primeiro minuto de jogo. Yago tentou a finalização e foi travado, mas a bola ainda ficou com o atacante, que passou para Renan Lodi. O lateral arriscou de fora da área. A bola passou com perigo, à esquerda. Foi de Renan Lodi também a segunda oportunidade. Ele fez o drible no meio-campo, teve espaço, avançou e arriscou o chute. A bola saiu sem perigo.

E o Furacão seguiu criando chances. Aos oito minutos, Ederson foi lançado na ponta esquerda. O camisa 9 dominou, fez a tabela com Giovanny e bateu colocado. Wilson fez uma bela defesa no canto esquerdo. A primeira chance da equipe da casa foi aos 24 minutos. Depois de um contra-ataque, Parede arriscou de fora da área, para fora. A resposta atleticana veio no minuto seguinte, com Deivid. O capitão rubro-negro arriscou de longe. Wilson espalmou.

No segundo tempo, o time mandante foi quem criou a primeira boa chance. Aos seis minutos, após saída errada da defesa atleticana, Parede recuperou a bola e tocou para Ruy, que finalizou rasteiro. Santos praticou a defesa e Cascardo afastou o perigo em seguida. Mas quem marcou foi o Rubro-Negro, aos dez minutos! Ederson fez jogada na lateral direita e recebeu a falta. João Pedro foi para a cobrança e encontrou o próprio camisa 9, na segunda trave. Ele tocou de cabeça e venceu o goleiro. 1 a 0 Furacão!


Aos 30’, Demethryus fez boa jogada na linha de fundo e cruzou para Ederson. O atacante tentou de voleio, mas a bola foi para fora. O camisa 9 atleticano estava com fome de gol. Aos 37’, ele tabelou com Felipe Dorta no meio-campo e finalizou de fora da área. A bola passou com perigo, por cima. No final do jogo, o time da casa pressionou em busca do empate, principalmente com bolas paradas. Bem postada, a defesa do Furacão não teve problemas.

Arbitragem: Coritiba 0x1 Atlético Paranaense
Campeonato Paranaense: Quarta rodada - 1ª Taça
Data: 04/02/2018 [domingo]
Horário: 17h
Local: Estádio Couto Pereira
Árbitro: Lucas Paulo Torezin
Auxiliares: André Luiz Severo e Wesley Waldir Marmitt
Quarto árbitro: Edina Alves Batista

Público pagante: 13.184
Público total: 16.550
Renda: R$398.695,00

Atlético Paranaense: Santos; Cascardo, José Ivaldo, Emerson e Renan Lodi; Deivid e Bruno Guimarães; Giovanny (Demethryus, aos 17’ do 2ºT), João Pedro e Yago (Felipe Dorta, aos 24’ do 2ºT); Ederson (Léo Pereira, aos 40’ do 2ºT).
Técnico: Tiago Nunes
Gol: Ederson, aos 10’ do 2º tempo.
Cartão amarelo: Bruno Guimarães

Coritiba: Wilson; César Benítez, Thalisson Kelven, Romércio e William Matheus; Vitor Carvalho (Thiago Lopes, aos 40’ do 2ºT), Julio Rusch, Iago Dias (Yan Sasse, aos 33’ do 2ºT) e Ruy (Kady, aos 21’ do 2ºT); Guilherme Parede e Alecsandro.
Técnico: Sandro Forner

Última atualização ( Dom, 04 de Fevereiro de 2018 18:51 )  

Santuário da Nação Rubro-Negra

Please wait while JT SlideShow is loading images...
Photo Title 1Photo Title 2Photo Title 3Photo Title 4Photo Title 5

Projeto de Lei de Iniciativa Popular “Libera Cerveja”



DISPÕE SOBRE A VENDA E O CONSUMO DE BEBIDAS NAS ARENAS DESPORTIVAS E ESTÁDIOS NO ÂMBITO DO ESTADO DO PARANÁ.

Art. 1º – Este projeto de lei tem por objetivo regular a venda e o consumo de bebidas nas arenas desportivas e estádios no âmbito do estado do Paraná.

Art. 2º – A comercialização de bebidas nas arenas desportivas e nos estádios localizados no Estado do Paraná será permitida desde a abertura dos portões para acesso do público ao estádio até o final da partida, assim entendido o momento do apito final do árbitro.

Art. 3º – A única bebida alcoólica que poderá ser vendida e consumida em recintos esportivos é a cerveja, sendo proibida a venda e o consumo de quaisquer outras espécies de bebidas alcoólicas, sejam elas destiladas ou fermentadas.

Art. 4º – A comercialização de bebidas nas arenas desportivas e nos estádios somente poderá ser realizada em copos plásticos ou garrafas plásticas, descartáveis, admitido o uso de copos promocionais de plástico ou de papel.

Art. 5º – Cabe ao responsável pela gestão do recinto esportivo definir os locais nos quais a comercialização e o consumo de bebidas serão permitidos.

Art. 6º – É vedada a entrada nas arenas desportivas e nos estádios de pessoas portando qualquer tipo de bebida.

Art. 7º – Fica proibida a venda e a entrega de bebidas alcoólicas, nos locais referidos nesta lei, a pessoas menores de 18 (dezoito), podendo os responsáveis responder civil e criminalmente nos termos da Lei Federal no 8.069, de 13 de julho de 1990, com as alterações da Lei Federal nº 13.106, de 17 de março de 2015.

Art. 8º – O descumprimento do disposto nesta Lei sujeita o infrator às seguintes penalidades, sem prejuízo da aplicação da Lei Federal nº 8.078, de 11 de setembro de 1990:

I – se consumidor, será advertido e retirado das dependências do recinto esportivo.

Art. 9º – Deverão ser colocados avisos em diversos setores das arenas desportivas ou estádios, com as seguintes mensagens: “Se beber não dirija, se dirigir não beba” e “É proibida a venda de bebidas alcoólicas a menores de 18 anos.”

Art. 10º – As arenas desportivas ou estádios deverão veicular em sistema sonoro ou alto-falante, no mínimo 04 (quatro) vezes durante cada evento, as mensagens “Se beber não dirija, se dirigir não beba” e “ É proibida a venda de bebidas alcoólicas a menores de 18 anos.”
Parágrafo único: Fica igualmente obrigada a divulgação das mensagens referidas no caput em telões ou letreiros luminosos nos recintos esportivos que disponham de tais recursos.

Art. 11º – Esta lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Confracap é participação

Twitter & facebook

twitter

Facebook

Galeria Torcedor (a)