Confraria do Atlético

Matheus Anjos pronto para ser o astro do Furacão na temporada 2018; no time que disputará o campeonato estadual será ‘condottiere’

E-mail Imprimir PDF

Na retrospectiva do prata da casa, destaque para experiência adquirida no primeiro ano como profissional. Principal momento veio na partida de estreia da equipe no Campeonato Estadual. Matheus Anjos foi titular no duelo contra o Rio Branco, em Paranaguá. Logo aos sete minutos de jogo, o meia recebeu passe na entrada da área, girou e bateu colocado. Foi o primeiro gol da equipe rubro-negra na competição e o primeiro dele como profissional.

“Eu sabia que tinha condições de estar no elenco profissional. Então, procurei fazer um bom ano no Sub-19. Joguei a Copa São Paulo e no retorno fui integrado ao elenco”, contou. “Não esperava começar o primeiro jogo oficial do ano como titular e com gol. Isso me deu confiança para seguir com o trabalho na equipe profissional”, completou. Com apenas 18 anos, o "caçula" do time atleticano disputou 19 partidas ao longo da temporada. Apesar da pouca idade, o meia foi o artilheiro atleticano no Campeonato Paranaense deste ano, com quatro gols marcados.
“Foi um ano de adaptação, porque os jogos no profissional são diferentes da Formação.

Mas foi bom para mim e para a minha carreira poder estrear aos 18 anos. Mesmo nos momentos difíceis, procurei ver tudo pelo lado positivo e não deixar que a pressão de estar no time principal trouxesse algo de ruim para mim”, destacou. Matheus Anjos chegou ao CAT Alfredo Gottardi em 2012 e passou por todas as categorias até estrear no time profissional. “Depois de todo esse período, eu me vejo com muito mais maturidade. Converso bastante com os jogadores mais experientes e procuro aprender bastante, principalmente vendo como o Clube quer que o jogador se porte, para que eu possa fazer da melhor maneira possível”, disse o meia.

Em 2018, Matheus Anjos espera continuar “subindo degraus” no elenco profissional do Rubro-Negro. “Estarei mais confiante, com uma melhor adaptação. Tenho muito a evoluir”, ressaltou o jovem jogador. “O torcedor pode esperar de mim bastante entrega, gols e assistências, pensando sempre em conquistar títulos para fazer história no Atlético Paranaense”, concluiu.


Última atualização ( Dom, 17 de Dezembro de 2017 13:47 )  

Santuário da Nação Rubro-Negra

Please wait while JT SlideShow is loading images...
Photo Title 1Photo Title 2Photo Title 3Photo Title 4Photo Title 5

Projeto de Lei de Iniciativa Popular “Libera Cerveja”



DISPÕE SOBRE A VENDA E O CONSUMO DE BEBIDAS NAS ARENAS DESPORTIVAS E ESTÁDIOS NO ÂMBITO DO ESTADO DO PARANÁ.

Art. 1º – Este projeto de lei tem por objetivo regular a venda e o consumo de bebidas nas arenas desportivas e estádios no âmbito do estado do Paraná.

Art. 2º – A comercialização de bebidas nas arenas desportivas e nos estádios localizados no Estado do Paraná será permitida desde a abertura dos portões para acesso do público ao estádio até o final da partida, assim entendido o momento do apito final do árbitro.

Art. 3º – A única bebida alcoólica que poderá ser vendida e consumida em recintos esportivos é a cerveja, sendo proibida a venda e o consumo de quaisquer outras espécies de bebidas alcoólicas, sejam elas destiladas ou fermentadas.

Art. 4º – A comercialização de bebidas nas arenas desportivas e nos estádios somente poderá ser realizada em copos plásticos ou garrafas plásticas, descartáveis, admitido o uso de copos promocionais de plástico ou de papel.

Art. 5º – Cabe ao responsável pela gestão do recinto esportivo definir os locais nos quais a comercialização e o consumo de bebidas serão permitidos.

Art. 6º – É vedada a entrada nas arenas desportivas e nos estádios de pessoas portando qualquer tipo de bebida.

Art. 7º – Fica proibida a venda e a entrega de bebidas alcoólicas, nos locais referidos nesta lei, a pessoas menores de 18 (dezoito), podendo os responsáveis responder civil e criminalmente nos termos da Lei Federal no 8.069, de 13 de julho de 1990, com as alterações da Lei Federal nº 13.106, de 17 de março de 2015.

Art. 8º – O descumprimento do disposto nesta Lei sujeita o infrator às seguintes penalidades, sem prejuízo da aplicação da Lei Federal nº 8.078, de 11 de setembro de 1990:

I – se consumidor, será advertido e retirado das dependências do recinto esportivo.

Art. 9º – Deverão ser colocados avisos em diversos setores das arenas desportivas ou estádios, com as seguintes mensagens: “Se beber não dirija, se dirigir não beba” e “É proibida a venda de bebidas alcoólicas a menores de 18 anos.”

Art. 10º – As arenas desportivas ou estádios deverão veicular em sistema sonoro ou alto-falante, no mínimo 04 (quatro) vezes durante cada evento, as mensagens “Se beber não dirija, se dirigir não beba” e “ É proibida a venda de bebidas alcoólicas a menores de 18 anos.”
Parágrafo único: Fica igualmente obrigada a divulgação das mensagens referidas no caput em telões ou letreiros luminosos nos recintos esportivos que disponham de tais recursos.

Art. 11º – Esta lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Confracap é participação

Twitter & facebook

twitter

Facebook

Galeria Torcedor (a)