Confraria do Atlético

Impugnação ao requerimento da “oposição fora de época”: movimento dos sócios quer foco total pela conquista de vaga na Libertadores 2018

E-mail Imprimir PDF



Nesta sexta-feira (3), integrantes do Movimento dos Sócios Atlético na Libertadores, protocolam documento em pedem ao presidente do Conselho Deliberativo do Atlético que recuse a convocação da Assembleia Geral do clube. Iniciativa dos derrotados nas eleições de 2015, tenta tumultuar o ambiente na Baixada, torcendo para que o Furacão não volte ao torneio continental e com isso os dirigentes rubro-negros percam credibilidade junto aos torcedores. Raciocínio oportunista e vil da ‘oposição fora de época’, assevera Doático Santos, conselheiro do Furacão e presidente da Assocao – Associação dos Sócios do Clube Atlético Paranaense. A seguir, trechos do documento que será protocolado ao meio dia desta sexta-feira, no Epaço Sócio Furacão.

Movimento dos Sócios Atlético na Libertadores

Ao Ilmo. Sr.
Dr. Mário Celso Petraglia
DD. Presidente do Conselho Deliberativo do CAP

Caro Presidente,

Nós, signatários do presente, na condição de sócios do Clube Atlético Paranaense, regularmente inscritos e, adimplentes com os compromissos junto ao nosso Furacão, diante de notícias que circulam em nossa capital, tomamos conhecimento do pedido de realização de uma Assembleia Geral. Por esta razão,  nos inteiramos dos pressupostos para tal requerimento e encontramos no mesmo, inconformidades estatutárias e legais, fato que nos levou  à decisão de arguir a nulidade daquela propositura e à apresentação de impugnação aos pedidos nela contidos,  pelas razões que aduzimos:

01.    Não apresentam os requerentes, nenhum objeto ou quesito pertinente à deliberação de uma AGE. Pretensas alegações, mais se parecem com conversas de boteco, coincidentemente, locais aonde foram colhidas a maioria das assinaturas que apresentaram. Ora, senhor presidente, a Assembleia Geral expressa no estatuto do Clube é clara e objetiva  quanto  às situações que ensejam institui-la, dentro da sua condição de órgão máximo, reservado a fatos de alta relevância, bem como, ao tratamento de questões vitais em nosso convívio associativo e não para aconselhamento sobre a pintura de cadeiras  do nosso estádio, formulação de calendários para eventos ou outras  picuinhas eleitoreiras.

02.    Suscitamos dúvidas quanto a qualificação das assinaturas necessárias para cumprir o dispositivo estatutário (Art. 42 e 44 “III”).

03.    A todo momento, ouvimos denúncia sobre a autencidade das assinaturas apresentadas, além de tais assinaturas não expressarem o número mínimo de subscritores necessários conforme o preceito estatutário. E ainda, é voz corrente, entre os frequentadores dos botecos que hospedaram as listas de coleta de assinaturas, que a maioria das assinaturas foram forjadas através de falsificações primárias, fato este, para ser verificado junto aos dados armazenados no Espaço Sócio Furacão.

E para arrematar:

04.    É notório que esse grupo que tenta socorrer-se deste instituto da Assembleia Geral, nada mais é, do que o grupo que foi derrotado nas últimas eleições e que inconformado, perambula pelas cercanias do estádio Atlético Paranaense, como zumbis da “oposição fora de época”,  torcendo pelo insucesso do Furacão, especialmente, na jornada atual em que ensejamos a conquista de vaga para a  Libertadores. Tudo que possa ser negativo para o clube é visto por esse grupelho, como perspectiva de desgaste dos nossos dirigentes.

Sendo assim, esperamos deferimento, tanto na arguição de nulidade do pretenso pedido dos requerentes da Assembleia Geral, como a impugnação do mesmo.

Saudações Rubro-Negras,

Curitiba, 03 de novembro de 2017

Subscrevem

. Viterbo Machado de Medeiros Filho - RG 13381º

. Léia de Lima - RG 42883930

. Viterbo Machado de Medeiros Neto - RG 102269705

. Gilmar José Santos - RG 1300103-0

. Mauro de Sá Merlin - RG 1376090

. Ricardo Ferreira Cortese - RG 3913568-0

. Diomir Zanini - RG 30052218

. Endy Paulo Chaves - RG 932268

. Ronaldo Santos Carlos - RG 1971840

. Attílio S. Melluso Filho - RG 610523-8

. Samuel Cleber Gralak - RG 7700436-0

. Rodrigo Dziedzick - RG 5102335-8

. Watson Sfair de Carvalho - RG 3870643-8

. Doático Santos - 2203055-8

. José Carlos Rezende - 31879884

. Edgar Galdino - RG 61878807

. Evandro Venceslau - RG 4.770.073-6

. Everson Pessoa de Oliveira - RG 6847081-1

. Robson Cerizza - RG 46870786

. Natasha Grochentz Coelho - RG 128009922

. Ronei Basso - RG 3512377-6

. Anderson Luiz Valdevino - RG 6912726-6

. Vilmara Cylke Barbosa - RG 7142713-7

. Jaqueline Florêncio de Lima - RG 8884872-1

. Bruno Cesar Piazzolli - RG 7689629-1

. Carlos B. Malucelli Neto - RG 4394755-9

. Carlos Roberto Socha - RG 920472-5

. Tharsis Pazinatto Hunzicker - RG 7946432-5

. Renato Olivir Basso - RG 1149417-3

. Wesley Sfair de Carvalho - RG 5663592-0

. Osni Nascimento Ferreira - RG 059165893-5

. Diego Augusto de Abreu Basso - RG 1514369-4

. Lucas Eduardo de Abreu Basso - RG 1521788-4

. Emílio Sounis Júnior - RG 318410

. Whitney Sfair de Carvalho - RG 5571700-1

. Airton Antonio Gallina - RG 400840

. Aurelio Marcos Franco da Cruz - RG 767875-4

. Dário Alberto Pires Castro - RG 3727660-0

. Leonardo Garcia Dias – RG 12352870-0  

. Antonio Cézar Rinaldin – RG 1004530-4

. Lucas Stedile Merlin – RG 8873338-0

Última atualização ( Sex, 03 de Novembro de 2017 08:14 )  

Santuário da Nação Rubro-Negra

Please wait while JT SlideShow is loading images...
Photo Title 1Photo Title 2Photo Title 3Photo Title 4Photo Title 5

Projeto de Lei de Iniciativa Popular “Libera Cerveja”



DISPÕE SOBRE A VENDA E O CONSUMO DE BEBIDAS NAS ARENAS DESPORTIVAS E ESTÁDIOS NO ÂMBITO DO ESTADO DO PARANÁ.

Art. 1º – Este projeto de lei tem por objetivo regular a venda e o consumo de bebidas nas arenas desportivas e estádios no âmbito do estado do Paraná.

Art. 2º – A comercialização de bebidas nas arenas desportivas e nos estádios localizados no Estado do Paraná será permitida desde a abertura dos portões para acesso do público ao estádio até o final da partida, assim entendido o momento do apito final do árbitro.

Art. 3º – A única bebida alcoólica que poderá ser vendida e consumida em recintos esportivos é a cerveja, sendo proibida a venda e o consumo de quaisquer outras espécies de bebidas alcoólicas, sejam elas destiladas ou fermentadas.

Art. 4º – A comercialização de bebidas nas arenas desportivas e nos estádios somente poderá ser realizada em copos plásticos ou garrafas plásticas, descartáveis, admitido o uso de copos promocionais de plástico ou de papel.

Art. 5º – Cabe ao responsável pela gestão do recinto esportivo definir os locais nos quais a comercialização e o consumo de bebidas serão permitidos.

Art. 6º – É vedada a entrada nas arenas desportivas e nos estádios de pessoas portando qualquer tipo de bebida.

Art. 7º – Fica proibida a venda e a entrega de bebidas alcoólicas, nos locais referidos nesta lei, a pessoas menores de 18 (dezoito), podendo os responsáveis responder civil e criminalmente nos termos da Lei Federal no 8.069, de 13 de julho de 1990, com as alterações da Lei Federal nº 13.106, de 17 de março de 2015.

Art. 8º – O descumprimento do disposto nesta Lei sujeita o infrator às seguintes penalidades, sem prejuízo da aplicação da Lei Federal nº 8.078, de 11 de setembro de 1990:

I – se consumidor, será advertido e retirado das dependências do recinto esportivo.

Art. 9º – Deverão ser colocados avisos em diversos setores das arenas desportivas ou estádios, com as seguintes mensagens: “Se beber não dirija, se dirigir não beba” e “É proibida a venda de bebidas alcoólicas a menores de 18 anos.”

Art. 10º – As arenas desportivas ou estádios deverão veicular em sistema sonoro ou alto-falante, no mínimo 04 (quatro) vezes durante cada evento, as mensagens “Se beber não dirija, se dirigir não beba” e “ É proibida a venda de bebidas alcoólicas a menores de 18 anos.”
Parágrafo único: Fica igualmente obrigada a divulgação das mensagens referidas no caput em telões ou letreiros luminosos nos recintos esportivos que disponham de tais recursos.

Art. 11º – Esta lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Confracap é participação

Twitter & facebook

twitter

Facebook

Galeria Torcedor (a)