Confraria do Atlético

Lideranças da comunidade rubro-negra integradas à 'Festa Total na Libertadores ------ #CasaCheiaDia25'

E-mail Imprimir PDF

O jogo desta quarta feira  será o ponta pé inicial do ano de 2017, que, com o nosso apoio, poderá fortalecer e engrandecer nosso Clube, tanto no Brasil com no exterior.


Por Mauro de Sá Merlin e amigos:


CAROS ATLETICANOS,


A Diretoria fez sua parte, mantendo a boa base do ano passado, principalmente a dupla de zaga destaque do Brasileirão 2016, e qualificando este elenco com a contratação de jogadores experientes e de qualidade. Agora cabe a nossa parte e, parodiando Ivete Sangalo, “Vai Continuar a Festa”, festa que se iniciou nos jogos finais do Brasileirão 2016 e que, NUNCA esteve e não estará proibida dentro da ARENA, desde que seu objetivo seja incentivar o CLUBE ATLÉTICO PARANAENSE.

Nossa torcida sempre foi conhecida pela garra, vibração e apoio ao nosso time, muito acima da existência das Torcidas Organizadas, seja o ESQUADRÃO DA TORCIDA ATLETICANA (ETA – década de 70), OS FANÁTICOS (77 a 79) que deu origem a ASSOCIAÇÃO RECREATIVA E TORCIDA ORIGANIZADA OS FANÁTICOS (ou simplesmente TOF), TORCIDA INDEPENDENTE ATLETICANA (TIA – 78 a 79), GUERRILHEIROS DA BAIXA (década de 90) e ULTRAS e assim deverá continuar a ser, devemos torcer e valorizar o CAP e não as torcidas.

Lembrando uma frase famosa do nosso ex-presidente Jofre Cabral e Silva, falecido em 1968 em Londrina durante um jogo do  Atlético “Não deixem morrer o meu Atlético”, não podemos deixar isto acontecer, permitindo que grupos se aproveitem do Atlético para seu crescimento próprio em detrimento do crescimento do Clube, pois na verdade, estes grupos estarão se aproveitando de nós torcedores que pagamos nossas mensalidades em benefício próprio.

Lembrem que com o nosso apoio e incentivo faremos o nosso Atlético crescer cada vez mais e rapidamente se tornar um clube Gigante.
Saudações Rubro Negras

Mauro de Sá Merlin e Amigos

Última atualização ( Ter, 24 de Janeiro de 2017 19:16 )  

Santuário da Nação Rubro-Negra

Please wait while JT SlideShow is loading images...
Photo Title 1Photo Title 2Photo Title 3Photo Title 4Photo Title 5

Projeto de Lei de Iniciativa Popular “Libera Cerveja”



DISPÕE SOBRE A VENDA E O CONSUMO DE BEBIDAS NAS ARENAS DESPORTIVAS E ESTÁDIOS NO ÂMBITO DO ESTADO DO PARANÁ.

Art. 1º – Este projeto de lei tem por objetivo regular a venda e o consumo de bebidas nas arenas desportivas e estádios no âmbito do estado do Paraná.

Art. 2º – A comercialização de bebidas nas arenas desportivas e nos estádios localizados no Estado do Paraná será permitida desde a abertura dos portões para acesso do público ao estádio até o final da partida, assim entendido o momento do apito final do árbitro.

Art. 3º – A única bebida alcoólica que poderá ser vendida e consumida em recintos esportivos é a cerveja, sendo proibida a venda e o consumo de quaisquer outras espécies de bebidas alcoólicas, sejam elas destiladas ou fermentadas.

Art. 4º – A comercialização de bebidas nas arenas desportivas e nos estádios somente poderá ser realizada em copos plásticos ou garrafas plásticas, descartáveis, admitido o uso de copos promocionais de plástico ou de papel.

Art. 5º – Cabe ao responsável pela gestão do recinto esportivo definir os locais nos quais a comercialização e o consumo de bebidas serão permitidos.

Art. 6º – É vedada a entrada nas arenas desportivas e nos estádios de pessoas portando qualquer tipo de bebida.

Art. 7º – Fica proibida a venda e a entrega de bebidas alcoólicas, nos locais referidos nesta lei, a pessoas menores de 18 (dezoito), podendo os responsáveis responder civil e criminalmente nos termos da Lei Federal no 8.069, de 13 de julho de 1990, com as alterações da Lei Federal nº 13.106, de 17 de março de 2015.

Art. 8º – O descumprimento do disposto nesta Lei sujeita o infrator às seguintes penalidades, sem prejuízo da aplicação da Lei Federal nº 8.078, de 11 de setembro de 1990:

I – se consumidor, será advertido e retirado das dependências do recinto esportivo.

Art. 9º – Deverão ser colocados avisos em diversos setores das arenas desportivas ou estádios, com as seguintes mensagens: “Se beber não dirija, se dirigir não beba” e “É proibida a venda de bebidas alcoólicas a menores de 18 anos.”

Art. 10º – As arenas desportivas ou estádios deverão veicular em sistema sonoro ou alto-falante, no mínimo 04 (quatro) vezes durante cada evento, as mensagens “Se beber não dirija, se dirigir não beba” e “ É proibida a venda de bebidas alcoólicas a menores de 18 anos.”
Parágrafo único: Fica igualmente obrigada a divulgação das mensagens referidas no caput em telões ou letreiros luminosos nos recintos esportivos que disponham de tais recursos.

Art. 11º – Esta lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Confracap é participação

Twitter & facebook

twitter

Facebook

Galeria Torcedor (a)