Confraria do Atlético

Furacão no ataque: Luis Henrique vestindo a camisa rubro-negra é imagem da alegria e do alto astral

E-mail Imprimir PDF

"Quarta-feira de confraria da AssoCAP"
Torcida atleticana acompanha de perto os acontecimentos que vem marcando a temporada 
de 2017. Neste clima, a confraria da AssoCAP, retoma os encontros das quartas-feiras, tendo

como assunto importante o plano de relações sociais da comunidade atleticana. Será às 19h,
no Espaço Brasílio 3414, situado à rua Brasílio Itiberê, onde funcionou o Comitê CAPGIGANTE.
Contato, através do e-mail: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Passo a passo, Atlético vai apresentado as credenciais de uma temporada que tem tudo para ser a mais positiva dos últimos tempos. Depois das notícias sobre o crescimento da torcida atleticana, constatado em pesquisas de opinião, dos progressos na quitação de compromissos do estádio, nesta terça-feira (10), brindamos o reforço do ataque com uma contratação de proa:

Luis Henrique

Esporte Press

O Atlético confirmou nesta terça-feira (10) a contratação do atacante Luis Henrique. O jogador, de 18 anos, estava no Botafogo, onde foi revelado, assinou até o final de 2018 é a quarta contratação do Furacão para a temporada. Antes dele, foram confirmados o atacante Grafite, o lateral-direito Jonathan e o meia Felipe Gedoz.

Considerado como uma joia no Botafogo, o atleta optou por não renovar com o clube carioca, onde fez 39 partidas e marcou sete gols, e preferiu vir para o Rubro-Negro. A estrutura do clube, segundo ele, pesou na escolha. “Vários motivos me fizeram vir para o Atlético. O fato de ser um dos maiores clubes do Brasil e a estrutura do Atlético foram fundamentais.

Além disso, poder trabalhar com o Paulo Autuori. Já tinha ouvido falar muito bem dele e na troca de ideias que tivemos percebi que é realmente um cara sensacional”, afirmou, em entrevista ao site oficial atleticano. E mais, a oportunidade de poder disputar a primeira Libertadores da carreira também foi fundamental. Nem mesmo a concorrência com Grafite desanima o jovem atleta.

“O Atlético está montando um elenco muito capacitado para disputar títulos. Podemos fazer uma bela campanha na Libertadores. Será minha primeira vez e vou treinar muito para poder ajudar meus companheiros e o clube”, disse o atacante, que vestirá a camisa 9 atleticana. “O Grafite é um cara que dispensa comentários. É um exemplo para o futebol, jogou muito tempo fora e tem uma bagagem enorme. Para mim será uma experiência muito grande estar ao lado dele”, completou Luis Henrique, que se define como um atacante de movimentação e que não desiste das jogadas.

Paulo André acerta, Thiago Heleno e Léo devem ser confirmados nas próximas horas

O Atlético Paranaense renovou, nesta terça-feira (10), o contrato do zagueiro Paulo André. Um dos destaques da melhor defesa do Campeonato Brasileiro de 2016, o camisa 13 permanecerá no Furacão até dezembro de 2017.

Com a renovação, Paulo André dará continuidade em sua segunda passagem pelo CAT Alfredo Gottardi. Com a camisa rubro-negra, o zagueiro já disputou 104 partidas. Foram 55 jogos, entre 2005 e 2006, e 49 partidas nesta segunda passagem, iniciada em janeiro de 2016.

“Feliz de poder renovar e ter tido o reconhecimento do Clube e da torcida”, disse Paulo André. “Foi um ano vitorioso, com conquistas e com a construção de um time e deu uma maneira de jogar. Esperamos que em 2017 possamos ter ainda mais alegrias”, completou.

No mesmo caminho do entendimento pela permanência no Furacão, estão Thiago Heleno e Léo que segundo informações que circulam no CAT do Caju, devem sacramentar novo contrato dentro das próximas horas.

 





Última atualização ( Ter, 10 de Janeiro de 2017 21:23 )  

Santuário da Nação Rubro-Negra

Please wait while JT SlideShow is loading images...
Photo Title 1Photo Title 2Photo Title 3Photo Title 4Photo Title 5

Projeto de Lei de Iniciativa Popular “Libera Cerveja”



DISPÕE SOBRE A VENDA E O CONSUMO DE BEBIDAS NAS ARENAS DESPORTIVAS E ESTÁDIOS NO ÂMBITO DO ESTADO DO PARANÁ.

Art. 1º – Este projeto de lei tem por objetivo regular a venda e o consumo de bebidas nas arenas desportivas e estádios no âmbito do estado do Paraná.

Art. 2º – A comercialização de bebidas nas arenas desportivas e nos estádios localizados no Estado do Paraná será permitida desde a abertura dos portões para acesso do público ao estádio até o final da partida, assim entendido o momento do apito final do árbitro.

Art. 3º – A única bebida alcoólica que poderá ser vendida e consumida em recintos esportivos é a cerveja, sendo proibida a venda e o consumo de quaisquer outras espécies de bebidas alcoólicas, sejam elas destiladas ou fermentadas.

Art. 4º – A comercialização de bebidas nas arenas desportivas e nos estádios somente poderá ser realizada em copos plásticos ou garrafas plásticas, descartáveis, admitido o uso de copos promocionais de plástico ou de papel.

Art. 5º – Cabe ao responsável pela gestão do recinto esportivo definir os locais nos quais a comercialização e o consumo de bebidas serão permitidos.

Art. 6º – É vedada a entrada nas arenas desportivas e nos estádios de pessoas portando qualquer tipo de bebida.

Art. 7º – Fica proibida a venda e a entrega de bebidas alcoólicas, nos locais referidos nesta lei, a pessoas menores de 18 (dezoito), podendo os responsáveis responder civil e criminalmente nos termos da Lei Federal no 8.069, de 13 de julho de 1990, com as alterações da Lei Federal nº 13.106, de 17 de março de 2015.

Art. 8º – O descumprimento do disposto nesta Lei sujeita o infrator às seguintes penalidades, sem prejuízo da aplicação da Lei Federal nº 8.078, de 11 de setembro de 1990:

I – se consumidor, será advertido e retirado das dependências do recinto esportivo.

Art. 9º – Deverão ser colocados avisos em diversos setores das arenas desportivas ou estádios, com as seguintes mensagens: “Se beber não dirija, se dirigir não beba” e “É proibida a venda de bebidas alcoólicas a menores de 18 anos.”

Art. 10º – As arenas desportivas ou estádios deverão veicular em sistema sonoro ou alto-falante, no mínimo 04 (quatro) vezes durante cada evento, as mensagens “Se beber não dirija, se dirigir não beba” e “ É proibida a venda de bebidas alcoólicas a menores de 18 anos.”
Parágrafo único: Fica igualmente obrigada a divulgação das mensagens referidas no caput em telões ou letreiros luminosos nos recintos esportivos que disponham de tais recursos.

Art. 11º – Esta lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Confracap é participação

Twitter & facebook

twitter

Facebook

Galeria Torcedor (a)