Confraria do Atlético

Destaques da primeira semana de 2017, no Furacão; torcida cada vez maior e jogadores com fome de bola

E-mail Imprimir PDF

Muitos milhares de torcedores a mais que o rival da rua Mauá e,  em relação ao tricolor da vila Capanema, nem se fala. Torcida Atleticana cresce dia a dia e neste ano de disputa da Libertadores, ninguém segura, vai disparar.

Levantamento realizado pela Paraná Pesquisas e divulgado pela Gazeta do Povo, estampa a superioridade do povão rubro-negro na preferência dos aficionados de futebol em nossa capital e na grande Curitiba. Os números: Atlético, 31,2%– Coritiba, 26,7% – Paraná Clube, 09%. O presidente do Atlético, Luiz Sallim Emed, avalia que a estrutura que o Furacão construiu e o status que adquiriu tem feito diferença na conquista de novos torcedores:

- “Penso que isso vai se acentuar com o tempo, sem provocação. Felizmente, o Atlético se encontra um patamar acima do Coritiba. Eles terão de fazer muito investimento em infraestrutura, estádio, coisa que já fizemos. E nós vamos conseguir investir mais em futebol”, afirma.

Weverton e Jonathan já voltaram aos trabalhos, no CAT do Caju

Exemplo de disposição, goleiro e lateral direito, não esperaram o  reinício da temporada, anteciparam preparativos para garantir melhor forma física e técnica. Nos últimos dias, mesmo em férias, Weverton já vinha treinando em uma academia para manter a forma. A preocupação justifica-se, já que o Furacão terá apenas três semanas de pré-temporada até a estreia na Libertadores - contra o Millonarios-COL no dia 1° de fevereiro, às 21h45 (horário de Brasília), na Arena da Baixada.

Weverton está no Atlético desde a metade de 2012. Acumula 259 jogos pelo clube, com 119 vitórias, 63 empates e 77 derrotas. Além da Libertadores, o Furacão também disputará Campeonato Paranaense, Copa do Brasil (a partir das oitavas de final) e Campeonato Brasileiro este ano. Além disso, o goleiro tem sido figura constante nas convocações de Tite para a Seleção brasileira nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018.

Recém-contratado pelo Furacão, o lateral direito Jonathan esteve durante a semana no CAT Alfredo Gottardi realizando atividades para aprimorar a parte física. Segundo Jonathan, que entrou em férias no dia 3 de dezembro, a possibilidade de retornar antes aos treinos será um fator importante para o bom rendimento na temporada. “Foi opção minha de voltar uma semana antes. Conversei com a diretoria e pedi para me apresentar antecipadamente”, explica.

“Comecei os trabalhos e já estou suando muito”, acrescentou o atleticano. “Ganhar esse tempo será fundamental na sequência da temporada. E este ano será muito difícil, com várias competições importantes”, destacou o lateral. “Estou me sentindo cada vez melhor e tenho certeza que a pré-temporada será importante para mim e para todo o elenco”, finaliza Jonathan.

Copa São Paulo esquenta e Furacãozinho avança

Atlético empata, 2 x 2, com Primavera-SP - No confronto direto, Primavera-SP assegura primeiro lugar e enfrenta Santa Cruz; Rubro-Negro Paranaense, pega Ituano. No grupo 15, União Rondonópolis e CRB são eliminados.

Com o empate em 2 a 2 com o Primavera-SP, neste sábado, pela terceira rodada, o Atlético confirmou a vaga para a segunda fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior. A primeira colocação ficou com o time paulista. Na fase de grupos, a equipe atleticana somou uma vitória e dois empates. Agora, o Furacão enfrenta o Ituano, primeiro colocado do Grupo 16.

Com mais de nove mil torcedores nas arquibancadas, o Furacão concentrou os esforços no primeiro tempo. Logo aos 13 minutos, o atacante Murillo abriu para o Rubro-Negro. Seis minutos depois, Murillo fez mais um. Depois de driblar o goleiro, o atacante confirmou o placar de 2 a 0. Na etapa complementar, a reação do Primavera-SP. Aos 22 minutos, o atacante Toró se livrou da marcação, para mandar a bola no canto esquerdo e descontar. Pouco depois, o time paulista converteu um pênalti com Toró e igualou o marcador.

Na partida entre Primavera-SP e Atlético, a primeira colocação estava em disputa, já que o time do interior de São Paulo havia garantido a vaga na 2ª rodada. Líder, o Primavera-SP agora enfrenta o segundo colocado do Grupo 16, o Santa Cruz.
No outro jogo do Grupo 15, o União Rondonópolis venceu o CRB por 4 a 2, mas, como dependia de uma vitória do Primavera-SP, foi eliminado da competição. O CRB também deixa a Copa São Paulo sem ter conquistado nenhum ponto.

Tá no GloboEsporte.Com

Meia com "futuro enorme" e lateral de seleção são as apostas do Atlético-PR - Meia João Pedro, elogiado por Paulo Autuori, e lateral-direito Gustavo Cascardo, da seleção sub-20, são apostas para 2017. Renan Lodi também pode ganhar espaço

Um meia com "futuro enorme" e um lateral da seleção brasileira sub-20 são duas das principais promessas do Atlético-PR para 2017. João Pedro e Gustavo Cascardo integram o grupo principal e devem ganhar espaço durante o ano - principalmente por conta do calendário cheio, com as disputas de Campeonato Paranaense, Copa Libertadores, Copa do Brasil (a partir das oitavas de final) e Campeonato Brasileiro. O lateral-esquerdo Renan Lodi, depois de estrear em 2016, é outro que pode ser mais aproveitado durante o ano.

João Pedro, de 19 anos, destaca-se entre as apostas do Furacão por ter sido bastante elogiado por Paulo Autuori na reta final da temporada passada. Segundo o treinador, o jovem tem "futuro enorme dentro do clube" e é "muito inteligente taticamente". Formado nas categorias de base, João Pedro disputou 12 jogos em 2016, mas apenas um deles como titular - no 1 a 1 com a Chapecoense, pela terceira fase da Copa do Brasil. Ele é, atualmente, o reserva imediato do experiente Lucho González no setor de criação no meio campo.

- O João (Pedro) tem trabalhado muito bem, é um jogador com futuro enorme aqui dentro porque, além da qualidade técnica, é muito clarividente a maneira como vê futebol, muito inteligente taticamente. Então, é um jogador para ser bem trabalhado e, certamente, que será, num futuro até próximo, um jogador determinante no jogo do Atlético, e eu fico feliz que isso aconteça - afirmou o comandante rubro-negro durante entrevista coletiva em agosto.

O lateral-direito Gustavo Cascardo, que também tem 19 anos, é outra promessa rubro-negra. Ele já vinha treinando com os profissionais no ano passado, chegou a ficar no banco de reservas, mas não entrou em campo. Atualmente, disputa vaga com Jonathan e Rafael Galhardo.

Cascardo tem sido constantemente convocado para a seleção brasileira sub-20. Ele, inclusive, prepara-se para a disputa do Sul-Americano da categoria, que começa no próximo dia 18. Para não correr risco de perder o jovem, o Atlético-PR acertou sua permanência e assinou um novo contrato - agora válido até 31 de dezembro de 2019.

Além de João Pedro e Gustavo Cascardo, o lateral-esquerdo Renan Lodi também desponta como promessa para a temporada. Ele disputou três jogos no ano passado - contra Grêmio, Coritiba e América-MG. Mostrou segurança, mas não voltou a ter chances. Estava atrás de Nicolas e Sidcley na disputa pela vaga. Mas, com o calendário cheio, Renan Lodi pode receber mais oportunidades em 2017, principalmente no Campeonato Paranaense.

Outros jovens também esperam novas oportunidades este ano. É o caso de nomes como o lateral-direito Breno (um dos destaques do time sub-20), o zagueiro José Ivaldo (19 anos e dois jogos no ano passado), os volantes Renan Souza (21 anos e três partidas) e Ykaro (19 anos, mas nenhum duelo disputado em 2016) e os atacantes Giovanny (19 anos e 20 jogos), Juninho (20 anos e 11 partidas) e Yago (19 anos e seis jogos).

Os garotos devem ter mais chances porque o Atlético-PR pode disputar até 81 jogos na temporada entre estadual, Libertadores, Copa do Brasil e Brasileirão.




Última atualização ( Dom, 08 de Janeiro de 2017 09:53 )  

Santuário da Nação Rubro-Negra

Please wait while JT SlideShow is loading images...
Photo Title 1Photo Title 2Photo Title 3Photo Title 4Photo Title 5

Projeto de Lei de Iniciativa Popular “Libera Cerveja”



DISPÕE SOBRE A VENDA E O CONSUMO DE BEBIDAS NAS ARENAS DESPORTIVAS E ESTÁDIOS NO ÂMBITO DO ESTADO DO PARANÁ.

Art. 1º – Este projeto de lei tem por objetivo regular a venda e o consumo de bebidas nas arenas desportivas e estádios no âmbito do estado do Paraná.

Art. 2º – A comercialização de bebidas nas arenas desportivas e nos estádios localizados no Estado do Paraná será permitida desde a abertura dos portões para acesso do público ao estádio até o final da partida, assim entendido o momento do apito final do árbitro.

Art. 3º – A única bebida alcoólica que poderá ser vendida e consumida em recintos esportivos é a cerveja, sendo proibida a venda e o consumo de quaisquer outras espécies de bebidas alcoólicas, sejam elas destiladas ou fermentadas.

Art. 4º – A comercialização de bebidas nas arenas desportivas e nos estádios somente poderá ser realizada em copos plásticos ou garrafas plásticas, descartáveis, admitido o uso de copos promocionais de plástico ou de papel.

Art. 5º – Cabe ao responsável pela gestão do recinto esportivo definir os locais nos quais a comercialização e o consumo de bebidas serão permitidos.

Art. 6º – É vedada a entrada nas arenas desportivas e nos estádios de pessoas portando qualquer tipo de bebida.

Art. 7º – Fica proibida a venda e a entrega de bebidas alcoólicas, nos locais referidos nesta lei, a pessoas menores de 18 (dezoito), podendo os responsáveis responder civil e criminalmente nos termos da Lei Federal no 8.069, de 13 de julho de 1990, com as alterações da Lei Federal nº 13.106, de 17 de março de 2015.

Art. 8º – O descumprimento do disposto nesta Lei sujeita o infrator às seguintes penalidades, sem prejuízo da aplicação da Lei Federal nº 8.078, de 11 de setembro de 1990:

I – se consumidor, será advertido e retirado das dependências do recinto esportivo.

Art. 9º – Deverão ser colocados avisos em diversos setores das arenas desportivas ou estádios, com as seguintes mensagens: “Se beber não dirija, se dirigir não beba” e “É proibida a venda de bebidas alcoólicas a menores de 18 anos.”

Art. 10º – As arenas desportivas ou estádios deverão veicular em sistema sonoro ou alto-falante, no mínimo 04 (quatro) vezes durante cada evento, as mensagens “Se beber não dirija, se dirigir não beba” e “ É proibida a venda de bebidas alcoólicas a menores de 18 anos.”
Parágrafo único: Fica igualmente obrigada a divulgação das mensagens referidas no caput em telões ou letreiros luminosos nos recintos esportivos que disponham de tais recursos.

Art. 11º – Esta lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Confracap é participação

Twitter & facebook

twitter

Facebook

Galeria Torcedor (a)