Confraria do Atlético

Em poucas horas atacante Luis Henrique estará vestindo seu novo uniforme: a camisa rubro-negra

E-mail Imprimir PDF


Enquanto alguns torcedores ainda reclamam a perda de Lucas Fernandes que voltou ao Fluminense, de outro time carioca, o Botafogo chega o craque namorado pelo Atlético há bastante tempo.

Esporte Press

Luis Henrique é aguardado no CAT do Caju para assinar contrato com o Atlético - Presidente do Furacão, Luiz Sallim Emed, praticamente confirmou o acerto com o atacante, que vem do Botafogo. Apesar de já ter contratado três jogadores, o Atlético continua no mercado em busca de mais opções para o técnico Paulo Autuori. O próximo a ser anunciado deve ser o atacante Luis Henrique.

A assinatura de contrato com o jogador, que estava no Botafogo, é uma questão de horas. É o que garantiu o presidente do Rubro-Negro, Luiz Sallim Emed. “Só estamos esperando a vinda dele a Curitiba para fecharmos o acerto”, garantiu o dirigente, em entrevista à Tribuna. A vinda do atleta, que esteve nos planos do clube no ano passado, foi facilitada pela rescisão do atleta com com Botafogo, que o revelou. Até aqui, o Furacão já anunciou a contratação do atacante Grafite, do meia Felipe Gedoz e do lateral-direito Jonathan.

Em contrapartida, a situação de quatro nomes importantes do elenco segue indefinida. O zagueiro Paulo André e o atacante André Lima, aparentemente, têm a negociação mais tranquila, já que uma prorrogação de contrato não envolve outros clubes. Já o lateral-direito Léo depende de um avanço na negociação entre Atlético e Flamengo, que envolve a ida de Marcos Guilherme para o rubro-negro carioca.

Por fim, o zagueiro Thiago Heleno aguarda o seu desligamento do Deportivo Maldonado, do Uruguai, solicitado via judicial, para definir o seu futuro. “São situações que o departamento de futebol está tentando resolver o mais rápido possível, o que deve acontecer até o dia 11, quando a equipe se reapresenta”, disse Sallim Emed.

Matéria do jornal Lance destaca reforços do Furacão entre jogadores mais valiosos das transações realizadas nestes últimos dias:

Campeão do Brasileiro depois de ais de duas décadas, o Palmeiras vai em busca de reforços para tentar agora conquistar a América mais uma vez. Para isso, o clubes está atento ao mercado e contratou um dos atletas mais valiosos até aqui, o meia Michel Bastos, ex-São Paulo a custo zero.

Avaliado em R$ 11,9 milhões pelo site Transfermarkt, Michel Bastos tem 33 anos e estava no São Paulo desde 2014, quando foi comprado junto ao Al-Ain, dos Emirados Árabes. Se deixou Michel Bastos sair de graça, o São Paulo trouxe o atacante Wellington Nem por empréstimo do Shakhtar Donetsk. Ex-Fluminense, Nem também é avaliado em R$ 11,9 milhões.

Outro clube que segue contratando é o Atlético-PR, que trouxe Jonathan e Felipe Gedoz, ambos avaliados em R$ 8,5 milhões. O lateral estava no Fluminense e o atacante, no Brugge. Também avaliados em R$ 8,5 milhões, voltam ao Brasil Montillo e Cléber, para Botafogo e Santos, respectivamente.

O Fluminense trouxe Sornoza, avaliado em R$ 7,4 milhões, mais caro, por exemplo, que o argentino Conca, contratado pelo Flamengo e avaliado em R$ 6,8 milhões. Pelo mesmo valor de mercado de Conca, trocaram de clubes Húdson, Felipe Santana e Jô. Valor de mercado, no entanto, não significa valor de transferência. Exemplo claro disso é o venezuelano Alejandro Guerra, avaliado em R$ 3,9 milhões e contratado pelo Palmeiras por R$ 9,9 milhões.

 

Santuário da Nação Rubro-Negra

Please wait while JT SlideShow is loading images...
Photo Title 1Photo Title 2Photo Title 3Photo Title 4Photo Title 5

Projeto de Lei de Iniciativa Popular “Libera Cerveja”



DISPÕE SOBRE A VENDA E O CONSUMO DE BEBIDAS NAS ARENAS DESPORTIVAS E ESTÁDIOS NO ÂMBITO DO ESTADO DO PARANÁ.

Art. 1º – Este projeto de lei tem por objetivo regular a venda e o consumo de bebidas nas arenas desportivas e estádios no âmbito do estado do Paraná.

Art. 2º – A comercialização de bebidas nas arenas desportivas e nos estádios localizados no Estado do Paraná será permitida desde a abertura dos portões para acesso do público ao estádio até o final da partida, assim entendido o momento do apito final do árbitro.

Art. 3º – A única bebida alcoólica que poderá ser vendida e consumida em recintos esportivos é a cerveja, sendo proibida a venda e o consumo de quaisquer outras espécies de bebidas alcoólicas, sejam elas destiladas ou fermentadas.

Art. 4º – A comercialização de bebidas nas arenas desportivas e nos estádios somente poderá ser realizada em copos plásticos ou garrafas plásticas, descartáveis, admitido o uso de copos promocionais de plástico ou de papel.

Art. 5º – Cabe ao responsável pela gestão do recinto esportivo definir os locais nos quais a comercialização e o consumo de bebidas serão permitidos.

Art. 6º – É vedada a entrada nas arenas desportivas e nos estádios de pessoas portando qualquer tipo de bebida.

Art. 7º – Fica proibida a venda e a entrega de bebidas alcoólicas, nos locais referidos nesta lei, a pessoas menores de 18 (dezoito), podendo os responsáveis responder civil e criminalmente nos termos da Lei Federal no 8.069, de 13 de julho de 1990, com as alterações da Lei Federal nº 13.106, de 17 de março de 2015.

Art. 8º – O descumprimento do disposto nesta Lei sujeita o infrator às seguintes penalidades, sem prejuízo da aplicação da Lei Federal nº 8.078, de 11 de setembro de 1990:

I – se consumidor, será advertido e retirado das dependências do recinto esportivo.

Art. 9º – Deverão ser colocados avisos em diversos setores das arenas desportivas ou estádios, com as seguintes mensagens: “Se beber não dirija, se dirigir não beba” e “É proibida a venda de bebidas alcoólicas a menores de 18 anos.”

Art. 10º – As arenas desportivas ou estádios deverão veicular em sistema sonoro ou alto-falante, no mínimo 04 (quatro) vezes durante cada evento, as mensagens “Se beber não dirija, se dirigir não beba” e “ É proibida a venda de bebidas alcoólicas a menores de 18 anos.”
Parágrafo único: Fica igualmente obrigada a divulgação das mensagens referidas no caput em telões ou letreiros luminosos nos recintos esportivos que disponham de tais recursos.

Art. 11º – Esta lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Confracap é participação

Twitter & facebook

twitter

Facebook

Galeria Torcedor (a)