Confraria do Atlético

Com Sueliton de volta, Furacão treina parte física e técnica no CT do Caju; objetivo é não descolar do G4

E-mail Imprimir PDF


Lateral-direito volta ao time após cumprir suspensão diante do Bota, na última rodada. O Atlético voltou aos trabalhos físicos e técnicos na manhã desta quarta-feira, no CT do Caju, de olho na partida contra o Sport, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Liderados pelos preparadores físicos do Furacão, além do técnico Doriva, os jogadores fizeram trabalhos leves em campo, dando ênfase à força e agilidade. Enquanto 25 jogadores treinavam em campo, além dos goleiros, o lateral-esquerdo Héracles fez trabalhos em separado. O jogador ainda se recupera de uma grava lesão sofrida no ano passado, quando esteve emprestado ao Avaí. Depois das atividades realizadas pela manhã, os jogadores voltam aos treinos no período da tarde no CT do Caju. O elenco treina na quinta-feira e encerra os trabalhos na sexta, quando faz a última atividade da viagem para Recife.

Para o duelo contra o Sport, Doriva terá o retorno do lateral-direito Sueliton, que cumpriu suspensão diante do Botafogo. O treinador já sinalizou que pretende manter o mesmo esquema, no 4-4-2, e, com isso, o time deve atuar com Weverton; Sueliton, Cleberson, Léo Pereira e Natanael; Deivid, João Paulo, Bady e Marcos Guilherme; Cléo e Marcelo. Sport e Atlético se enfrentam domingo, às 18h30, na Ilha do Retiro. O jogo é válido pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Marco Damasceno volta com moral ao Atlético após brilhar em torneios

Eleito o melhor jogador do Rubro-Negro em torneio na Holanda, atacante de apenas 18 anos projeta bons frutos no grupo principal. "Há mais chances de chegar lá", diz.

A torcida do Atlético já tem um jogador para ficar de olho no Campeonato Paranaense de 2015. Trata-se de Marco Damasceno, meia- atacante de apenas 18 anos, uma das principais revelações das categorias de base do Furacão. Neste mês, o jogador ajudou o Rubro-Negro a conquistar os torneios disputados na Holanda (Copa del Agatha) e Bélgica (Eurofoot) com o time sub-18. Após brilhar nos torneios internacionais, o jovem retornou a Curitiba com moral para vestir a camisa atleticana no próximo estadual.

Na competição realizada na Holanda, o jovem foi eleito o melhor jogador da competição e também se consagrou como o artilheiro do torneio, com quatro gols (empatado com o atacante Crysan). Feliz com os prêmios, o jogador projeta bons frutos na equipe principal do Atlético. - Pude ajudar a equipe da melhor forma possível a conquistar esses dois títulos. Com certeza, o desempenho que nós tivemos faz com que o jogador fique cada vez mais próximo de chegar à equipe principal. Quando um grupo conquista títulos, ele se torna ainda mais visado. Com isso, há mais chances de chegar lá - disse o jogador através do site oficial.

Em junho, após integrar a equipe sub-20 que conquistou torneios na Suíça e Alemanha, o atacante se credenciou à equipe principal do Furacão. Ao lado do goleiro Lucas Macanhan e do meia-atacante Gustavo Marmentini, Marco Damasceno participou de alguns treinamentos com o grupo comandado pelo técnico Doriva. Porém, como recebeu uma pancada no tornozelo durante as competições internacionais, se dividiu entre sessões de fisioterapia e acabou não sendo relacionado para nenhuma partida do Campeonato Brasileiro.

- O Atlético é um clube que acreditou em mim desde que eu cheguei. É um clube que aprendi a amar pelo carinho e pelo acolhimento que todos tiveram comigo e com a minha família. Hoje, acho que tenho colhido os frutos por também ter me dedicado a ele. Por isso, pretendo continuar aqui, jogar e quem sabe trazer mais alegrias a todos os atleticanos - completou. Uma das promessas do Furacão, o brasiliense começou no futsal, passou por escolinhas de campo e chegou a treinar no português Braga e no espanhol Real Madrid. Cria da base do Atlético, Marco Damasceno é veloz, driblador e preciso nos passes.


Última atualização ( Qua, 13 de Agosto de 2014 16:53 )  

Santuário da Nação Rubro-Negra

Please wait while JT SlideShow is loading images...
Photo Title 1Photo Title 2Photo Title 3Photo Title 4Photo Title 5

Projeto de Lei de Iniciativa Popular “Libera Cerveja”



DISPÕE SOBRE A VENDA E O CONSUMO DE BEBIDAS NAS ARENAS DESPORTIVAS E ESTÁDIOS NO ÂMBITO DO ESTADO DO PARANÁ.

Art. 1º – Este projeto de lei tem por objetivo regular a venda e o consumo de bebidas nas arenas desportivas e estádios no âmbito do estado do Paraná.

Art. 2º – A comercialização de bebidas nas arenas desportivas e nos estádios localizados no Estado do Paraná será permitida desde a abertura dos portões para acesso do público ao estádio até o final da partida, assim entendido o momento do apito final do árbitro.

Art. 3º – A única bebida alcoólica que poderá ser vendida e consumida em recintos esportivos é a cerveja, sendo proibida a venda e o consumo de quaisquer outras espécies de bebidas alcoólicas, sejam elas destiladas ou fermentadas.

Art. 4º – A comercialização de bebidas nas arenas desportivas e nos estádios somente poderá ser realizada em copos plásticos ou garrafas plásticas, descartáveis, admitido o uso de copos promocionais de plástico ou de papel.

Art. 5º – Cabe ao responsável pela gestão do recinto esportivo definir os locais nos quais a comercialização e o consumo de bebidas serão permitidos.

Art. 6º – É vedada a entrada nas arenas desportivas e nos estádios de pessoas portando qualquer tipo de bebida.

Art. 7º – Fica proibida a venda e a entrega de bebidas alcoólicas, nos locais referidos nesta lei, a pessoas menores de 18 (dezoito), podendo os responsáveis responder civil e criminalmente nos termos da Lei Federal no 8.069, de 13 de julho de 1990, com as alterações da Lei Federal nº 13.106, de 17 de março de 2015.

Art. 8º – O descumprimento do disposto nesta Lei sujeita o infrator às seguintes penalidades, sem prejuízo da aplicação da Lei Federal nº 8.078, de 11 de setembro de 1990:

I – se consumidor, será advertido e retirado das dependências do recinto esportivo.

Art. 9º – Deverão ser colocados avisos em diversos setores das arenas desportivas ou estádios, com as seguintes mensagens: “Se beber não dirija, se dirigir não beba” e “É proibida a venda de bebidas alcoólicas a menores de 18 anos.”

Art. 10º – As arenas desportivas ou estádios deverão veicular em sistema sonoro ou alto-falante, no mínimo 04 (quatro) vezes durante cada evento, as mensagens “Se beber não dirija, se dirigir não beba” e “ É proibida a venda de bebidas alcoólicas a menores de 18 anos.”
Parágrafo único: Fica igualmente obrigada a divulgação das mensagens referidas no caput em telões ou letreiros luminosos nos recintos esportivos que disponham de tais recursos.

Art. 11º – Esta lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Confracap é participação

Twitter & facebook

twitter

Facebook

Galeria Torcedor (a)