Confraria do Atlético

Nesta terça-feira (12), 19h, confraternização atleticana de final do ano, no Volken Bar. Participe!


AssoCAP - Associação dos Sócios do Clube Atlético Paranaense,  tem a grata satisfação de convidar para evento comemorativo da finalização de mais uma temporada do nosso Furacão. Será neste dia 12.12, terça-feira, às 19h, no Volken Bar, tradicional reduto rubro-negro, na praça Espanha.

No cardápio, especiarias do point, cerveja gelada e farto rol de bebidas e refrigerantes. Custo é o que cada um consumir. Venha, convide familiares e amigos e junte sua energia ao brinde por uma jornada positiva e campeã para o clube que domina a nossa paixão.

Leia mais...
 

50 anos de arquibancada, 50 anos de Caldeirão! Por Doático Santos

Nesta terça-feira (12), 19h, reunido com atleticanos (as), numa mesa de bar, brindo os 50 anos que me ligam ao Furacão. Foi nos primeiros dias de dezembro de 1967. Era dia semana, eu havia recém chegado à Curitiba, vindo de Palmas/Pr, cidade onde nasci. Fui visitar a Baixada, onde os portões estavam abertos para um jogo amistoso de despedida do rubro-negro que havia sido rebaixado, naquele ano. Para o senhor que estava na secretaria perguntei se a entrada era livre, ele me respondeu que sim e, emendou também com uma pergunta, você torce para o Atlético? Ao que respondi, vou torcer. Ele então me disse não cometa essa burrice, esse time acabou de cair pra segunda divisão. Já sou atleticano, esse meu time.

É possível que ali tenha nascido esta garra que faz tão brigador nas arquibancadas, na minha vizinhança, no meu trabalho e, no comando do ETA – Esquadrão da Torcida Atleticana que tive a honra de presidir nos difíceis anos de 1970, que se abriram com o título de Campeão Paranaense mas, depois fomos barrados por muito tempo pela máfia do apito sustentada pelo rival da rua Mauá. Mas o Furacão nunca se deixou abater. Se fez grande e nos possibilitou uma vida de felicidades e vitórias. São 50 anos de vibração e alegria. Paixão imorredoura sedimentadas por  jornadas memoráveis. Sou torcedor, não sou crítico de futebol, vou discorrer nestes dias, sobre inúmeros acontecimentos que nos permitiram exaltar o nosso Clube Atlético Paranaense.

Como falei no início, vou bebemorar meus 50 anos de Caldeirão, na mesa de atleticanos (as) do Volken Bar, nesta terça-feira (12), 19h. Quem quiser pode chegar.

Doático Santos
Conselheiro do Furacão e Presidente da AssoCAP

Leia mais...
 

Passe na loja oficial e leve o Atlético para suas festas


A Loja Oficial do Rubro-Negro, localizada no Boulevard do estádio atleticano, completa um ano neste domingo (10). Para comemorar a data e adiantar as compras de Natal da torcida atleticana, o Furacão preparou promoções exclusivas neste final de ano! Os torcedores poderão aproveitar todos os dias, de sábado (9) até o dia 24 de dezembro, pelo menos um produto diferente com preço especial!

O item em promoção será divulgado sempre no dia anterior, na página oficial do Furacão no Facebook. As ofertas são válidas exclusivamente para a loja física do Clube. Os descontos são válidos somente para o dia especificado de cada promoção, de acordo com o estoque, e não são cumulativos com o benefício para Sócios Furacão [10% de desconto].

Horários especiais de final de ano

De 18 [segunda-feira] a 23 de dezembro [sábado], a Loja Oficial abrirá das 9h às 21h. Na véspera de Natal, dia 24 de dezembro [domingo], o atendimento será das 9h às 16h. Nos dias 25 de dezembro [segunda-feira], 31 de dezembro [domingo] e 1º de janeiro, a loja estará fechada. No restante do mês de dezembro, a Loja Oficial funciona de terça-feira a sábado, das 9h às 19h, e aos domingos, das 9h às 17h.

Leia mais...
 

Confraternização atleticana de final do ano. Participe!


Associação dos Sócios do Clube Atlético Paranaense - AssoCAP,  tem a grata satisfação de convidar para evento comemorativo da finalização de mais uma temporada do nosso Furacão. Será neste dia 12.12, terça-feira, às 19h, no Volken Bar, tradicional reduto rubro-negro, na praça Espanha.

No cardápio, especiarias do point, cerveja gelada e farto rol de bebidas e refrigerantes. Custo é o que cada um consumir. Venha, convide familiares e amigos e junte sua energia ao brinde por uma jornada positiva e campeã para o clube que domina a nossa paixão.

Informações pelo e-mail Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

 

Sucesso, Marcão! Ex-jogador comanda gurizada do Furacão na Copa São Paulo


O Sub-19 do Atlético Paranaense já iniciou a preparação para a Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2018. O time rubro-negro trabalha no CAT Alfredo Gottardi de olho na estreia da competição, marcada para o dia 3 de janeiro, contra o Rio Preto (SP), em Votuporanga (SP). Na competição, o Furacão será comandado pelo técnico Marcão. Atual campeão do Estadual Sub-17 com o Rubro-Negro, o profissional fará a segunda Copa São Paulo no Clube. O treinador comandou a equipe na edição de 2015 do torneio.

“É uma oportunidade que todo treinador de formação almeja. Estive na Copa São Paulo de 2015 e terei outra experiência em 2018. Esperamos fazer uma boa campanha para representar bem o Atlético Paranaense”, disse. O Furacão está no Grupo 2, com sede em Votuporanga (SP), cidade situada a 800 quilômetros de Curitiba e 500 quilômetros da capital paulista. Votuporanguense (SP), Rio Preto (SP) e Timon (PI) completam a chave.

“É uma competição muito forte. Mesmo as equipes de menor expressão têm muita qualidade. Isso faz com que tenhamos partidas muito competitivas e sabemos que apenas a camisa não vencerá os jogos. É preciso ter atenção desde a primeira partida e o foco começa já nesta preparação aqui em Curitiba”, destacou.Além da estreia no dia 3 de janeiro, o Rubro-Negro entra em campo no dia 6, para enfrentar o Timon (PI), e no dia 9, contra o Votuporanguense (SP). A final da Copa São Paulo de 2018 acontece no dia 25 de janeiro.

Leia mais...
 

Copa do Brasil 2018 para consagrar o Furacão


Jogando focado na conquista do título de Campeão da Copa do Brasil, rubro-negro paranaense pode brindar sua torcida com vitória esperada desde 2013 quando chegou ao vice campeonato desta competição. O sorteio e a definição da tabela da Copa do Brasil 2018 será no dia 15 de dezembro, às 15h, na sede da CBF, no Rio. A disputa, que chegará na sua 30ª edição, começa em 31 de janeiro e tem o término previsto para 17 de outubro. O campeão garante vaga na Copa Libertadores de 2019.


Como vai funcionar o sorteio?
Os 80 times classificados para a competição foram divididos em oito potes (A a H) com dez clubes cada, de acordo com Ranking da CBF. A partir daí, os cruzamentos entre os potes foram os seguintes: A x E; B x F; C x G e D x H. Na 1ª fase, os times do grupo 1 (potes de A a D) enfrentam os do grupo 2 (potes de E a H) em jogo único; o time do grupo 1 joga fora de casa e tem a vantagem do empate (gráfico no fim da postagem).

Quais times estão classificados diretamente às oitavas de final?
Bahia (campeão da Copa do Nordeste), Luverdense (campeão da Copa Verde), Cruzeiro (Copa do Brasil), Corinthians (Brasileiro), Flamengo, Vasco, Grêmio, Chapecoense, Corinthians, Palmeiras, Santos, todos por participar da Libertadores, além de América-MG (campeão da Série B) ou Atlético-MG (9º do Brasileirão e com vaga na Libertadores em suspense).

Quando começará a Copa do Brasil?
De 31/1 a 7/2 (primeira fase); de 14/2 a 21/2 (segunda fase); 28/2 e 14/3 (terceira fase); 4/4 ou 11/4 e 11/4 ou 18/4 (quarta fase); 25/4, 2/5, 9/5, 16/5 ou 23/5 (quinta fase); 1/8 ou 8/8 e 15/8 ou 29/8 (sexta fase); 12/9 e 26/9 (semifinal); 10/10 e 17/10 (final).

Leia mais...
 

Furacão em "noite de gala na Baixada", faz 3 x 1 no Vasco, e continua altivo no Brasileirão

Rubro-Negro Paranaense cresce na etapa final e volta a vencer na Arena da Baixada, voltando à disputa pela conquista de vaga na Libertadores. Se a meta é vencer as três últimas, o Atlético começou bem a sua empreitada. Em duelo direto na caçada ao G7, o Furacão derrotou o Vasco, por 3 a 1, na noite deste domingo (19), na Arena da Baixada, encostou no adversário e segue sonhando com uma vaga na Libertadores da próxima temporada. Com o resultado, o time foi aos 48 pontos e fica quatro atrás da zona de classificação.

Em um primeiro tempo fraco tecnicamente, a igualdade persistiu no placar. O Rubro-Negro até saiu na frente, aos 15 minutos, com Thiago Heleno pegando de primeira após cobrança de escanteio. Mas, no minuto seguinte, o zagueiro Wanderson tentou afastar na pequena área e acabou marcando contra, empatando a partida para o Vasco. Mas a etapa final foi rubro-negra. Depois de um início inoperante, o Atlético levou um susto em chegada de Wagner e, no lance seguinte, chegou ao segundo gol. Aos 18 minutos, Douglas Coutinho viu o goleiro Martín Silva adiantado e chutou de fora da área, de cobertura, marcando um golaço. A vitória foi fechada cinco minutos mais tarde, aos 23, com Fabrício cabeceando na primeira trave após cobrança de escanteio de Felipe Gedoz e marcando o terceiro gol. A vitória devolve o time paranaense à disputa por uma vaga em um eventual G8 ou G9 do Brasileirão. Na próxima partida, o Furacão encara o Avaí, no domingo (26), às 17h, na Ressacada, em Florianópolis, válido pela 37ª rodada da competição.

Atlético sai na frente, mas Vasco empata com gol contra
Melhor na parte inicial da partida, o Atlético chegou ao gol ainda na primeira quinzena. Exatos 15 minutos de jogo, escanteio cobrado na área e Thiago Heleno pegou de primeira para abrir o placar para o Furacão. Mas a alegria atleticana durou pouco na partida. Enquanto a torcida ainda comemorava o primeiro tento, o Vasco chegou ao empate no minuto seguinte. Aos 16, Weverton não conseguiu segurar cabeçada após escanteio e viu o zagueiro Wanderson tentar afastar e mandar contra a própria meta. Depois do banho de água fria com o empate do adversário, o Furacão esbarrou no nervosismo e encontrou dificuldades para criar. O time tentou em duas ocasiões, mas Douglas Coutinho e Ederson pegaram mal na bola e não conseguiram marcar o segundo.

Leia mais...
 

Jogar para melhorar posição na tabela até o último minuto: este é o propósito do Atlético que recebe o Vasco na Baixada, neste domingo (19)



Enquanto houver 1% de chances, vamos lutar até o final. É difícil, mas temos um jogo em casa agora e vamos procurar a vitória – afirma o general Thiago Heleno. O Atlético tem à frente um jogo contra o Vasco neste domingo, na Baixada, depois encara o Avaí fora de casa e, por fim, encerra o Brasileiro contra o Palmeiras em casa.

A perspectiva do técnico Fabiano Soares é de vencer os três jogos e depois fazer as contas. Sei que temos que ganhar os três jogos, e assim vamos. Vamos tentar ganhar os três, como seja, e acabar a temporada como o melhor possível. A oscilação de resultados nas últimas rodadas mostra que o Atlético vem com dificuldades em encaixar uma sequência de vitórias. O time venceu uma partida, perdeu três e empatou uma nos últimos cinco jogos. – Temos que ter tranquilidade para conseguir os nosso resultados nesses três jogos que faltam e aí vamos ver se a gente classifica ou não para a Libertadores - completou o lateral/meia Sidcley.

Leia mais...
 

Tá difícil, mas após vitória sobre o Botafogo, Atlético ainda acredita em vaga na Libertadores

Pacto entre técnico e jogadores do Furacão mantém vivo o sonho da conquista de vaga no torneio continental. Guilherme e Pablo tem atuação destacada; treinador Fabiano Soares projeta jornada de mais 4 vitórias.

Esporte line

Ainda é tempo para voltar a acreditar. Mesmo fora do G7, o Atlético voltou a vencer após três rodadas, ao derrotar o Botafogo fora de casa, por 1 a 0, na tarde deste sábado (11), no Estádio Nilton Santos, e segue sonhando com uma vaga na Libertadores, contando com a possibilidade de ampliar o número de classificados através do Campeonato Brasileiro. Superior na etapa inicial de partida, o Rubro-Negro criou as melhores oportunidades e foi premiado com o gol da vitória.Aos 30 minutos, Guilherme tabelou com Pablo e finalizou, contando com uma falha do goleiro Gatito para balançar as redes adversárias.

Já o segundo tempo foi apenas para se segurar como pode. Com o Botafogo crescendo no duelo, o time fechou a defesa e não levou grandes sustos. Os mandantes chegaram em bolas aéreas, mas sem acertar o alvo. As únicas que foram na meta, Weverton não teve grandes problemas e defendeu com tranquilidade, garantindo o triunfo atleticano no Rio de Janeiro.Com este resultado, o Furacão foi aos 45 pontos e manteve vivo o sonho de brigar por uma vaga na Libertadores. Na próxima rodada, o time enfrenta a Ponte Preta, na quarta-feira (15), às 17h, no Moisés Lucarelli, em Campinas, pela 35ª rodada do Brasileirão.

Atlético é melhor e sai na frente com gol de Guilherme
Melhor no primeiro tempo, o Rubro-Negro se sentiu em casa diante do Botafogo e tomou a iniciativa. A primeira grande chance foi logo aos nove minutos, com Pablo tabelando com Guilherme e chutando forte de fora da área, por cima do gol de Gatito. O Alvinegro tentou responder em duas jogadas , mas não levou perigo ao gol de Weverton, que fez duas fáceis defesas em cabeçada de Pimpão e chute de Marcos Vinícius. Mas a jogada que já havia assustado os mandantes no início deu certo ainda na etapa inicial. Aos 30 minutos, Guilherme tabelou com Pablo e chutou forte. O meia rubro-negro ainda contou com uma ajuda do goleiro Gatito, que falhou e viu a bola morrer no fundo das redes, abrindo o placar para o Atlético.

Leia mais...
 

Assembleia Geral de Sócios (AGS), na Boca Maldita



Atleticanos (as) frequentadores da Avenida Luiz Xavier, realizaram conclave para resolver no voto as questões de interesse do Furacão. Seguido da instalação da mesa diretiva, constituída por orientação de João Roberto Carrão de Macedo, sócio mais idoso  dos presentes, foram eleitos para a comissão coordenadora da AGS, os rubro-negros, Igor Siqueira que é também o presidente da Ordem da Boca Maldita, e mais, Antonio Nunes e Rosimeri Drancka. Em seguida, passou-se aos debates e votação dos itens indicados na convocação da reunião, sendo ao final, apurados estes resultados:

Cor das cadeiras do estádio, três opções:

1.    Vermelha - 387 votos; 2. Preta – 141 votoas; 3. Vermelha e Preta – 418 votos. Proferidos os resultados foi declarada vencedora a proposta vermelha e preta, estipulando-se o prazo de 30 dias para a conclusão da pintura. Dando sequência às deliberações, foram aprovados preços de ingresso, fixado em R$ 20, 00 a inteira e R$ 10, 00 a meia.

Como último item a ser votado, decidiu-se por aclamação a imediata instalação de teto retrátil no escadão, e ainda, a pintura das arquibancadas do escadão que atualmente são cinza e podem transformar o local em geladeira, como já aconteceu esse efeito cinza nas cadeiras do estádio Joaquim Américo.

Sendo assim, a comissão coordenadora, Igor Siqueira, Antônio Nunes e Rosimeri Dranca, deu por encerrada a AGS – Assembleia Geral dos Sócios do Furacão. Registre-se que Doático Santos, presidente da Assocap – Associação dos Sócios do Atlético Paranaense, acompanhou os trabalhos, no entanto, preferiu não se pronunciar.

Leia mais...
 

Santuário da Nação Rubro-Negra

Please wait while JT SlideShow is loading images...
Photo Title 1Photo Title 2Photo Title 3Photo Title 4Photo Title 5

Projeto de Lei de Iniciativa Popular “Libera Cerveja”



DISPÕE SOBRE A VENDA E O CONSUMO DE BEBIDAS NAS ARENAS DESPORTIVAS E ESTÁDIOS NO ÂMBITO DO ESTADO DO PARANÁ.

Art. 1º – Este projeto de lei tem por objetivo regular a venda e o consumo de bebidas nas arenas desportivas e estádios no âmbito do estado do Paraná.

Art. 2º – A comercialização de bebidas nas arenas desportivas e nos estádios localizados no Estado do Paraná será permitida desde a abertura dos portões para acesso do público ao estádio até o final da partida, assim entendido o momento do apito final do árbitro.

Art. 3º – A única bebida alcoólica que poderá ser vendida e consumida em recintos esportivos é a cerveja, sendo proibida a venda e o consumo de quaisquer outras espécies de bebidas alcoólicas, sejam elas destiladas ou fermentadas.

Art. 4º – A comercialização de bebidas nas arenas desportivas e nos estádios somente poderá ser realizada em copos plásticos ou garrafas plásticas, descartáveis, admitido o uso de copos promocionais de plástico ou de papel.

Art. 5º – Cabe ao responsável pela gestão do recinto esportivo definir os locais nos quais a comercialização e o consumo de bebidas serão permitidos.

Art. 6º – É vedada a entrada nas arenas desportivas e nos estádios de pessoas portando qualquer tipo de bebida.

Art. 7º – Fica proibida a venda e a entrega de bebidas alcoólicas, nos locais referidos nesta lei, a pessoas menores de 18 (dezoito), podendo os responsáveis responder civil e criminalmente nos termos da Lei Federal no 8.069, de 13 de julho de 1990, com as alterações da Lei Federal nº 13.106, de 17 de março de 2015.

Art. 8º – O descumprimento do disposto nesta Lei sujeita o infrator às seguintes penalidades, sem prejuízo da aplicação da Lei Federal nº 8.078, de 11 de setembro de 1990:

I – se consumidor, será advertido e retirado das dependências do recinto esportivo.

Art. 9º – Deverão ser colocados avisos em diversos setores das arenas desportivas ou estádios, com as seguintes mensagens: “Se beber não dirija, se dirigir não beba” e “É proibida a venda de bebidas alcoólicas a menores de 18 anos.”

Art. 10º – As arenas desportivas ou estádios deverão veicular em sistema sonoro ou alto-falante, no mínimo 04 (quatro) vezes durante cada evento, as mensagens “Se beber não dirija, se dirigir não beba” e “ É proibida a venda de bebidas alcoólicas a menores de 18 anos.”
Parágrafo único: Fica igualmente obrigada a divulgação das mensagens referidas no caput em telões ou letreiros luminosos nos recintos esportivos que disponham de tais recursos.

Art. 11º – Esta lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Confracap é participação

Twitter & facebook

twitter

Facebook

Galeria Torcedor (a)